Você está aqui

Ministério do Turismo recomenda quatro passeios imperdíveis em Bonito

Gruta do Lago Azul é a mais famosa entre os turistas

Turistas de todos as regiões do país, e até estrangeiros, buscam as águas cristalinas de Bonito. Prova das belezas que cercam a Capital do Ecoturismo estão em quatro passeios imperdíveis, divulgados no portal do Ministério do Turismo neste fim de semana: a Gruta do Lago Azul, flutuação no Rio de Prata, Lagoa Misteriosa e o Buraco das Araras.

Gruta do Lago Azul

 

Tombada pelo Iphan (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional), a Gruta do Lago Azul é a mais procurada. A viagem de carro à gruta dura aproximadamente 45 minutos. O local fica aberto das 7h às 14h e são permitidos grupos de 15 pessoas. Os grupos saem a cada 20 minutos.

Flutuação no Rio de Prata

 

O ponto alto da flutuação é a vida subaquática do Rio Olho D’água, que desemboca no Rio da Prata. É possível ver nascentes que brotam da terra, a vegetação e a variedade de peixes, como o dourado, o pacú e a piraputanga.

O local fica a 45 minutos do centro de Bonito. O primeiro passeio começa às 8h, e dura 3h30. Os grupos são de, no máximo, 9 pessoas.

Lagoa Misteriosa

 

O tom azulado da água e as entradas dos dois poços (que se comunicam por volta dos 50 metros de profundidade) despertam os suspiros nos turistas. Mesmo depois de alcançarem 220 metros de profundidade, ninguém enxergou o fim do poço de água azul. E, por isso, o nome de Lagoa Misteriosa.

A sede é a mesma da flutuação no Rio da Prata. Os passeios ocorrem a partir das 8h e duram aproximadamente 1h. A lagoa não fica aberta para visitação entre outubro e abril.

Buraco das Araras

 

O nome do passeio se dá pela formação rochosa (a mesma da Gruta do Lago Azul e da Lagoa Misteriosa) que virou ponto de reprodução das aves. Durante uma trilha de 970 metros há dois pontos de observação dos belos animais, que costumam ficar nas árvores, dos paredões calcários e voando em dupla. O barulho produzido pelas araras desde o início da trilha e ecoado no buraco acrescenta um detalhe nessa experiência incrível.

Os melhores horários são por volta das 8h, pois está mais fresco. E durante o período de acasalamento, de junho a novembro. O passeio dura 1h30.

Tópicos