Você está aqui

Hotéis de Bonito comemoram ocupação de quase 60% em setembro

Alta do dólar, para gerente, foi um dos os motivos pelos quais brasileiros buscaram o destino

A taxa de ocupação da rede hoteleira em Bonito atingiu 57% em setembro. A cidade recebeu 16.871 visitantes no período, um aumento de quase 14% em relação ao mês anterior, segundo informações do Bonito Convention & Visitors Bureau, instituição responsável pelo Observatório de Bonito, que realiza pesquisas sobre o turismo no município.

O número foi considerado satisfatório para os gerentes de hotéis da cidade, uma vez que o mês é de baixa temporada. No Marruá Hotel, a taxa de ocupação em setembro foi ainda maior, de 64%, resultado 15% maior que em mesmo período do ano passado. Para a gerente do hotel, Tânia Van der Sand, em outubro, a expectativa é de bons resultados também.

Tânia comentou que um dos fatores que proporcionam tais indicadores é a alta do dólar, que possibilitou queda no percentual de viagens internacionais, fazendo com que os brasileiros procurassem destinos dentro do próprio País.

De acordo com o Observatório de Bonito, visitaram a cidade, neste período, turistas de todos os estados brasileiros. A maioria que visitaram a Gruta do Lago Azul vieram de São Paulo, correspondendo a 30,95% do total, seguido do Rio Grande do Sul, com 10,26%, Santa Catarina, com 9,61%, Paraná, na faixa dos 9,19% e, em quinto lugar, o Rio de Janeiro, representando 8,99% das visitas. Mato Grosso do Sul ficou em sexto lugar, com 6,64%. O atrativo fechou o mês com taxa de ocupação em 70%.

Já no quesito visitantes internacionais, a pesquisa apontou que a maioria veio da Argentina, foram cerca de 1,41% dos visitantes. Em seguida, Estados Unidos com 1,25%; Holanda com 1,08%; Bolívia atingindo 0,99%; e Rússia, que marcou presença com 0,79%.

Em valores

Ainda segundo a pesquisa, o valor médio de uma diária em hotel (apartamento duplo) variou em mais de R$ 200,00 em setembro, conforme a classificação escolhida pelo turista. No entanto, por ser baixa temporada, os valores são considerados mais baixos. Em hotéis quatro estrelas, o preço médio chegou a R$ 387,99. Já os de três estrelas, R$ 252,09, seguido pelos de duas estrelas, com preço médio de R$ 183,30 e uma estrela, cuja média chegou a R$ 146,00.

Tópicos