Você está aqui

Campeonato Mundial de Corrida de Aventura começa dia 11 no Pantanal

Serão mais de 700 quilômetros de trilhas

Foto: Divulgação/Assessoria

Nesta segunda-feira (9) foi assinado convênio entre a Sectei (Secretaria de Cultura, Turismo e Empreendedorismo), do Governo do Estado, e Fundtur-MS (Fundação de Turismo de Mato Grosso do Sul) para a realização do Campeonato Mundial de Corrida de Aventura – Pantanal Adventure Race World Champioship, que acontece entre os dias 11 e 22 de novembro em Corumbá. Serão 700 quilômetros de trilhas, entre rios, vales, morros e matas, por fazendas e unidades de conservação protegidas pela Rede de Proteção da Serra do Amolar, na parte sul do Pantanal.

As equipes de quatro integrantes alternam o percurso de montain bike, trekking, canoagem, técnicas verticais, por meio de leitura de mapas e bússula (orientação). Todas receberam diversos ‘info packs’ com as orientações, entre elas, como agir no meio de uma das mais diversas biodiversidades do mundo.

A organização do campeonato, que vai reunir atletas de aventura de 22 países, percorreu e explorou por dois anos e meio o Pantanal para que fosse definido o percurso da prova. De acordo com a organizadora da etapa brasileira, Shubi Guimarães, o evento tem o objetivo de alavancar o esporte e o turismo de aventura.

Para o governador Reinaldo Azambuja, o evento é um importante momento para divulgar Corumbá e as belezas naturais do Pantanal para o mundo. “Será uma oportunidade para mostrarmos a diversidade da fauna e flora, divulgar o Pantanal para o mundo e difundir o turismo de aventura. Pela amplitude do evento vemos a importância da parceria Governo do Estado, município, associações e a iniciativa privada”, destacou.

“O campeonato mundial dará à região uma grande visibilidade. Estamos felizes em receber um evento tão importante como este”, disse o diretor-presidente da Fundação de Turismo, Nelson Cintra.

Ação social

Cada participante da competição vai doar um livro de seu país, região ou estado (no caso dos brasileiros). As doações serão encaminhadas para o Moinho Cultural, ação social que cuida de mais de 350 jovens, e a escola Jatobazinho, ambos localizados em Corumbá/MS, sede oficial da competição.

Tópicos