Você está aqui

Ex-prefeito é alvo de MPE-MS em inquérito sobre licitação de lixeiras

Esse é segundo inquérito contra Leleco em dois dias

  • Ex-secretário de Meio Ambiente, Fabrício de Souza (de verde) e ex-prefeito Leonel Lemos (de preto) (Foto: Divulgação)

O ex-prefeito de Bonito, Leonel Lemos de Souza Brito, o Leleco (PDT), virou alvo de um inquérito civil instaurado pelo MPE-MS (Ministério Público do Estado de Mato Grosso do Sul) nesta quarta-feira (11) sobre eventuais irregularidades em um procedimento licitatório.

A investigação apura se houveram irregularidades na licitação da compra de lixeiras ecológicas por parte da Prefeitura Municipal de Bonito, feita em 2014. 

As lixeiras ecológicas, utilizadas em carros, foram distribuídas pela Secretaria de Meio Ambiente de Bonito durante o carnaval de 2014.

Este é o segundo inquérito civil contra o ex-prefeito de Bonito, Leleco, instaurado pelo MPE-MS em dois dias. Nesta terça-feira (10), outra investigação apura suspeitas de improbidade administrativa e nepotismo contra Leonel Lemos.

Também são investigados no caso das lixeiras ecológicas o ex-secretário de Meio Ambiente, Fabrício de Souza Maria, o presidente da Comissão Permanente de Licitação, Oscar Jacques Teixeira, e o procurador Jurídico do município, Osmar Prado Pias.

O inquérito foi instaurado pelo promotor de Justiça Substituição Legal da Comarca de Bonito, Allan Carlos Cobacho do Prado.

(sob supervisão de Ludyney Moura)

Tópicos