Você está aqui

VÍDEO: ministro evita manifestantes e não inaugura Centro Profissional em Dourados

Aproximadamente 500 pessoas estavam dentro do ginásio

  • Os trabalhadores protestavam contra a reforma da previdência e principalmente pelos direitos das mulheres (Nicanor Coelho)
  • Entre os servidores haviam professores municipais que estão em greve, professores universitários, agentes de saúde e agentes de endemia (Nicanor Coelho)
  • Aproximadamente 500 pessoas estavam dentro do ginásio onde ocorreria a solenidade (Nicanor Coelho)


O ministro da Educação José Mendonça Bezerra fugiu de manifestantes e não inaugurou o Centro Estadual de Ensino Profissionalizante, Professora Evanilde Costa da Silva, na noite desta segunda-feira (21) no Jardim Água Boa em Dourados, cidade a 228 quilômetros de Campo Grande.

Por causa da presença de manifestantes, não houve discurso do ministro e nem do governador. 

"Já falei duas vezes aqui, trouxe muitas obras importantes para Mato Grosso do Sul, diferentemente do PT, eu entrego, assumo, não deixo obra pela metade", disse saindo do local junto com o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) e deputado federal Geraldo Resende (PSDB).

Aproximadamente 500 pessoas estavam dentro do ginásio onde ocorreria a solenidade, sendo que grande parte, de servidores públicos, carregavam cartazes e faixas contra a reforma da previdência e demais políticas públicas do governo Temer. 

Os trabalhadores protestavam contra a reforma da previdência e principalmente pelos direitos das mulheres, que se consideram as mais penalizadas com as mudanças propostas pela reforma trabalhista e previdenciária.

Entre os servidores haviam professores municipais que estão em greve, professores universitários, agentes de saúde e agentes de  endemia. Antes do início da solenidade, seguranças tentaram retirar os manifestantes do local, como aparece em um vídeo. 

Depois de extensa agenda em Campo Grande durante a manhã desta segunda-feira (21), o ministro  seguiu para Dourados, para o lançamento da construção do Instituto da Mulher e da Criança, no HU (Hospital Universitário) e depois para o Jardim Água Boa, onde deveria ocorrer a solenidade nesta noite.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Tópicos