Você está aqui

Governo veta projeto que fracionava cobrança em estacionamentos particulares

Medida seria inconstitucional

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) vetou, nesta sexta-feira (22), projeto que estabelecia a cobrança fracionada de estacionamentos privados em Mato Grosso do Sul. Medida impedia a cobrança por horas não utilizadas e multa por extravio de ticket pelo motorista, exceto nos shoppings centers.

Azambuja alegou vícios de inconstitucionalidade, afronta aos direitos de propriedade, livre iniciativa e concorrência ao se limitar “o pleno direito do próprio estabelecimento em fixar as disposições contratuais com seus consumidores”.

De autoria do deputado Paulo Siufi (PMDB), o texto ainda foi considerado “flagrante ofensa ao princípio da harmonia e independência dos Poderes”, por condicionar ao governo a fiscalização e aplicação de multa de R$ 478,60 (20 Uferms) em caso de descumprimento da lei.

 

Tópicos