Você está aqui

Ex-secretário de Fazenda e ex-dono da Itel são levados à Polícia Federal

Vão prestar esclarecimentos à Operação Papiros de Lama

  • João Baird (Cleber Gellio/Midiamax)
  • (Cleber Gellio/Midiamax)
  • (Cleber Gellio/Midiamax)
  • João Amorim (Cleber Gellio/Midiamax)
  • André Cance (Cleber Gellio/Midiamax)

O empresário João Baird e o ex-secretário de Fazenda na gestão de André Puccinelli (PMDB), André Cance, também foram conduzidos à sede da Polícia Federal para prestar depoimentos na 5ª fase da Operação Lama Asfáltica, intitulada Papiros de Lama, deflagrada na manhã desta terça-feira (14).

Já está no local o empresário João Amorim para prestar esclarecimentos. Puccinelli e o filho, André Puccinelli Júnior, além de outras duas pessoas, estão presos preventivamente, ou seja, sem prazo para terminar.

Ao todo foram cumpridos dois mandados de prisão preventiva, dois de prisão temporária, seis de condução coercitiva, 24 de busca e apreensão, além do sequestro de valores nas contas bancárias de pessoas físicas e empresas investigadas, em suposto esquema que envolveria sonegação fiscal, ocultação de bens, enriquecimento ilícito.

De acordo com a assessoria de imprensa da PF, os prejuízos causados aos cofres públicos pela organização criminosa ultrapassam R$ 235 milhões. Segundo investigações, o dinheiro da propina era mascarado em algumas operações simuladas, que garantiria aumento do patrimônio de políticos e empresários.

Tópicos