Você está aqui

Dívidas judicializadas com Prefeitura poderão ser pagas com desconto

Objetivo diminuir número de processos

Em busca do máximo de arrecadação com pagamento de dívidas feitas pelo contribuinte com a Prefeitura, o prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad (PSD), assina convênio com o TJ-MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul) para realizar o programa Conciliar é Preciso. A agenda ocorre no Tribunal às 17h30.

O intuito é resolver casos de dívidas que já foram judicializadas. Para isso, haverá até 100% de desconto sobre os juros, bem como nas custas processuais e honorários dos advogados. A expectativa é de que haja acordo com pelo menos 150 mil contribuintes.

Durante agenda na semana passada, Marquinhos chegou a citar o programa de desconto em dívidas decorrentes do não pagamento do IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano). Ele disse que a Prefeitura não quer mais judicializar as cobranças porque os trâmites duram até 10 anos.

Informações

Aos interessados, o Conciliar é Preciso vai ocorre entre os dias 11 e 15 de dezembro no Centro de Convenções Albano Franco, das 8h às 18h. O programa é fruto de projeto de lei do Executivo, aprovado pela Câmara Municipal no último dia 19.

Os descontos serão dados para pagamentos à vista, com opção de parcelar em até 5 vezes. Com o acordo entre as partes, o processo é extinto logo em seguida. As informações sobre débitos poderão ser consultadas no site do TJ-MS e pelo telefone 156.

Tópicos