Você está aqui

Comandante dos Bombeiros nega convite para assumir a Sejusp-MS

Reinaldo voltou a dizer que candidatos não integrarão governo

O comandante do Corpo de Bombeiros Militar de Mato Grosso do Sul, coronel Esli Ricardo de Lima, negou que tenha sido convidado pelo governador Reinaldo Azambuja (PSDB) para assumir a Sejusp (Secretaria de Justiça e Segurança Pública).

Durante inauguração do novo prédio do quartel do Corpo de Bombeiros na Avenida Júlio de Castilho, o comandante da tropa afirmou que são ‘apenas especulações’, comentários entre interlocutores da gestão tucana de seu nome para assumir a Sejusp.

Com a iminente saída de José Carlos Barbosa, o Barbosinha (PSB), da pasta, para voltar à Assembleia, para cadeira de deputado estadual, a titularidade da Sejusp passou a ser especulada no governo.

Barbosinha disse à reportagem que ainda não há data para que ele deixe a secretaria. "Na hora que ele falar que achou o sucessor, eu saio”, disse o secretário.

Aliados de Reinaldo chegaram a confirmar o convite ao deputado estadual Coronel David (PSC) para comandar a pasta, todavia o governador voltou a afirmar, durante agenda pública na manhã desta terça-feira (14), que quem pretende disputar a eleição em 2018 deve deixar o governo até o mês de dezembro.

Enquanto Barbosinha não regressa à Assembleia, o governador mantém o ministério sobre o novo secretário, que não deve ser um nome na disputa nas próximas eleições. 

Tópicos