Você está aqui

Chegada de Temer a MS causa movimentação na Base Aérea

Ele não fica na Capital e segue para Miranda

  • Foto: Marcos Vinicíus
  • Foto: Marcos Vinicíus

Com chegada do presidente Michel Temer (PMDB) prevista para às 11h deste sábado (21) a Base Aérea de Campo Grande já está mobilizada com helicópteros e carros. O peemedebista deve apenas desembarcar na Capital, mas logo em seguida seguir para Miranda. Lá ele participa do II Encontro Carta Caiman.

O evento discute o desenvolvimento econômico da região do Pantanal e terá a presença de ambientalistas e federações de agricultura do Estado e de Mato Grosso, com organização do Instituto Socioambiental da Bacia do Alto Paraguai SOS Pantanal.

Assinada no ano passado pelos governadores de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, a Carta Caiman propõe transformar o Pantanal em um único bioma e unificar as ações de trabalho dos dois estados.

Tudo que já foi discutido no primeiro encontro será mais detalhado no próximo sábado. Além de Temer, participam do evento representantes do Ministério do Meio Ambiente, Embrapa, Ibama, UFMT, UFMS e federações de agricultura.

Tópicos