Você está aqui

Em Brasília ninguém confirma posse de Marun como ministro nesta quarta

Imprensa nacional dá como certa indicação para Secretaria de governo

Apesar da divulgação, por alguns veículos de imprensa nacional, de que deputado federal Carlos Marun (PMDB) tomará posse como ministro da Secretaria de Governo da Presidência da República ainda nesta quarta-feira (22), as fontes oficiais não confirmam o fato.

Na Presidência da República a informação oficial é que às 17h apenas o deputado federal Alexandre Baldy (que deixou o Podemos para se filiar ao PP) será empossado como novo ministro das Cidades.

De acordo com reportagem publicada pelo G1, o presidente Michel Temer (PMDB) teria batido o martelo sobre o nome de Marun após um encontro com o deputado federal Darcísio Perondi (PMDB-RS) e com o senador Aécio Neves (PSDB-MG), na manhã de hoje, no Palácio do Planalto.

Perondi, que ao lado de Marun é um dos principais integrantes da tropa de choque de Temer na Câmara, não foi encontrado pela reportagem para confirmar a indicação. A assessoria do deputado gaúcho disse apenas que ele passou boa parte da manhã no Planalto, mas que não havia comunicado sobre tal decisão do presidente.

Na Procuradoria da Câmara, sob responsabilidade de Marun, a informação repassada à reportagem no começo da tarde é que o convite oficial ainda não havia sido feito.

Todavia, na agenda do presidente na página do Planalto consta um encontro de Temer com Marun, às 11h30 (horário de Brasília). O deputado por Mato Grosso do Sul não atendeu as ligações após esse horário.

Outro fato que pode significar a nomeação de Marun é alteração da posse de Baldy, que inicialmente estava marcada para as 15h30 (DF), mas foi alterada pouco antes das 14h(DF) para as 17h, ou 16h no horário sul-mato-grossense.

Marun já havia afirmado ao Jornal Midiamax que, caso se concretizasse convite para se tornar ministro, sua eventual campanha à reeleição em 2018 seria uma escolha do presidente Michel Temer. 

Tópicos