Você está aqui

Vizinhos dizem que esposa 'conviveu' com corpo do marido em decomposição

Estava ‘desaparecido’ há oito dias

Ao sentir um odor vindo da residência que fica ao lado de sua oficina mecânica, na Rua Lúcia dos Santos, no Parque do Lageado, em Campo Grande, nesta sexta-feira (1º), um mecânico acionou a polícia que encontrou dentro da imóvel o corpo de um cabeleireiro identificado incialmente como Rodrigo, de aproximadamente 50 anos.

Os militares arrombaram a porta e encontraram o corpo do cabeleireiro caído no chão da cozinha coberto, em avançado estado de decomposição. Marcas de sangue foram encontradas ao redor do corpo, mas não há informações se teria ferimentos de faca ou tiro.

Vizinhos contaram que não viam a vítima há oito dias e sempre que perguntavam por ela para a esposa, a mulher respondia que o marido estava bem, mas que o salão dele não abriria naquele dia.

A perícia da Polícia Civil está no local e a esposa do cabeleireiro está sendo ouvida na residência para prestar informações preliminares do que teria acontecido. Ainda de acordo com informações de vizinhos, ela teria problemas psiquiátricos.

Tópicos