Você está aqui

Bandidos trocam tiros com a polícia após levarem três caminhonetes em arrastão

Dois suspeitos foram feridos

  • (Foto: Divulgação)
  • (Foto: Divulgação)

O arrastão a uma lanchonete de Sidrolândia terminou em trocas de tiros e dois bandidos feridos na madrugada desta sexta-feira (19). Os suspeitos foram presos depois de serem interceptados na BR-060 por policiais militares em Nioaque, cidade a 187 quilômetros de Campo Grande. Três caminhonetes foram roubados, duas Hilux e uma Amarok.

Segundo o boletim de ocorrência, o caso começou em uma lanchonete no centro de Sidrolândia, a 70 quilômetros da Capital. Os clientes foram abordados por pelo menos quatro suspeitos, todos armados, e foram obrigados a passar celulares, carteiras e também as chaves dos veículos. Pelo menos cinco pessoas procuraram a polícia depois do crime.

As testemunhas contaram à polícia que os bandidos eram violentos e que uma das vítimas chegou a entrar em luta com o suspeito que tentou levar seu celular, mas acabou perdendo a carteira e a chave da moto. Uma jovem de 22 anos relatou que estava com o pai no momento do roubo e que levou um tapa na cabeça por olhar para o ladrão que a assaltava.

Além de celulares, dinheiro, documentos pessoais e chaves de alguns veículos, os bandidos fugiram levando três caminhonetes.Duas Hilux, a do pai da jovem agredida e a de um rapaz de 23 anos e uma Amarok, que pertence a um jovem de 22 anos. 

Antes de fugir, um dos integrantes da quadrilha chegou a efetuar disparo para o alto para intimidar as vítimas.

 A PRF (Polícia Rodoviária Federal) e equipes da Polícia Militar da região foram avisadas sobre o crime. Em buscas, policiais militares de Sidrolândia localizaram uma das caminhonetes Hilux abandonada as margens da rodovia, a quase 20 quilômetros da cidade em sentido a Nioaque.

A segunda Hilux foi interceptada já em Nioaque. Uma barreira policial, com participação de investigadores da delegacia de cidade e de policiais militares, foi montada na cidade, os bandidos reagiram, houve troca de tiros e dois suspeitos foram baleados. Viaturas da Polícia Civil chegaram a ser atingidas no confronto.

A reportagem encontrou em contato com a polícia local, mas detalhes de como a prisão aconteceu e do estado de saúde dos bandidos não foram divulgados, já que a ocorrência ainda é registrada. O veículo também foi apreendido pela polícia. O caso por ora é tratado como roubo majorado pelo emprego de arma e pelo concurso de pessoas. (Foto: Divulgação PM)

Tópicos