Midiamax
BUSCA: 
 Capa

 Últimas Notícias

 Pimenta no Reino

 Bastidores

 Transparência

 Política

 Polícia

 Emprego

 Tecnologia

 Esportes

 Geral

 Mundo

 Brasil

 Agronegócio

 Economia

 Cultura

 Cinema

 Entretenimento
Articulistas






Espaço do Leitor
Espaço do leitor
Blogs
 Alex Fraga

 Ana Cavalheiro

 Cozinha de Raízes

 Eugênia Amaral

 Falo Blogo Escrevo

 Festas e Eventos

 João Campos Online

 Papo de Pregão
 Fernando Soares
Mais Lidas
01 Ex-Polegar Rafael Ilha é preso com armas na fronteira do Paraguai

02 Lei aprovada por deputados de MS exige, a partir de hoje, cartaz sobre 'riscos da carambola'

03 Mãe de motociclista morto pede para falar com atropelador e se exalta

04 Caminhoneiro perde controle de veículo, tomba e percorre dez metros antes de parar

05 Homem sem CRM é preso por realizar consultas e vender remédio no pátio de igreja

Acesso Fácil
Faça da Midiamax sua página inicial

25/12/2013 12:10

Site vaza nova 3ª camisa do Brasil para a Copa do Mundo

Aumentar texto Diminuir texto

Terra/MT

Reprodução
Brasil não usará o terceiro uniforme em jogos oficiais

O site Footy Headlines vazou fotos do novo terceiro uniforme da Seleção Brasileira para os anos de 2014 e 2015, período que englobará a Copa do Mundo no ano que vem. Assim como o uniforme alternativo de 2013, a camisa, fabricada pela Nike, é preta com detalhes amarelos.

Segundo o site, é possível que o uniforme seja vendido em edição limitada, como já aconteceu com a versão deste ano. A camisa preta não será usada em nenhum jogo oficial, limitando-se a ser comercializada para os torcedores.

O mesmo site já havia divulgado as camisas reservas da Argentina e da Espanha para o próximo ano, ambas das Adidas. Os argentinos terão um uniforme azul, enquanto os espanhóis apostaram em um visual preto e dourado.



Comentários (0)

 
Deixar comentário
Bastidores
 
Mais cinco
 
Mais um
 
Esporte
 
No vácuo
 
Tempero
 
Foco
 
Elogios
 
Presidente eterno
 
Pedido
 
Playlist
Entrevista
“Queremos fomentar o comércio e ajudar as associações a conquistar espaço”, diz presidente da Faems