Midiamax
BUSCA: 
 Capa

 Últimas Notícias

 Pimenta no Reino

 Transparência

 Política

 Polícia

 Emprego

 Tecnologia

 Esportes

 Geral

 Mundo

 Brasil

 Agronegócio

 Economia

 Cultura

 Cinema

 Entretenimento
Articulistas



Blogs
 Fernando Soares
Mais Lidas
01 Casal e criança morrem em acidente provocado por ultrapassagem irregular na MS-276

02 PF apreende material de campanha de Delcídio em produtora de vídeo da Capital

03 CONFIRA: com a gasolina a R$ 2,81 e etanol a R$ 1,90, veja os preços mais baixos na Capital

04 Polícia conclui que não houve invasão de grupo de Bernal na Prefeitura de Campo Grande

05 Família divulga foto e procura por adolescente desaparecida em Campo Grande

Espaço do Leitor
Espaço do leitor
Acesso Fácil
Faça da Midiamax sua página inicial

09/10/2013 08:42

Com atraso em repasse milionário, Santa Casa não paga salários e revolta funcionários

Aumentar texto Diminuir texto

Fernanda Kintschner

Funcionários de todas as categorias que trabalham na Santa Casa de Campo Grande estão com os salários atrasados. Revoltados, alguns já combinam greve. De acordo com as leis trabalhistas, o recurso deveria ser depositado até esta segunda-feira (7), quinto dia útil do mês.

O diretor-presidente da instituição, Wilson Teslenco, confirmou o atraso, mas explica que não foi por parte do hospital, mas sim da prefeitura que não repassou, porque não teria recebido nada do Ministério da Saúde.

“O Ministério repassa em torno de R$ 14 milhões para o Fundo Municipal de Saúde, que são repassados para Santa Casa. Cerca de R$ 8 milhões representam a folha de pagamento”, explicou Teslenco.

Segundo o presidente, a Prefeitura de Campo Grande o informou nesta manhã que o recurso foi repassado somente hoje e que confirmou o pagamento à Santa Casa ainda nesta quarta-feira (9). “Assim a gente vai poder pagar todos os funcionários até hoje ainda”, garantiu.

A reportagem entrou em contato com a assessoria de imprensa do Ministério da Saúde e aguarda a confirmação do atraso de recursos.

Revolta

O Sindicato dos Trabalhadores na Área de Enfermagem de Mato Grosso do Sul (Siems), que representa 1.250 funcionários da Santa Casa, informou que a categoria já está convocada para uma Assembleia Geral às 12h30 para combinar uma possível paralisação.

“As dívidas não esperam. Nós entramos em contato com o Recursos Humanos do hospital que nos informaram que ainda não havia nem previsão de depósito. Se não efetuarem o pagamento poderemos até entrar em greve”, alertou o presidente do Siems, Lázaro Santana.

Hoje, segundo Lázaro, nos pontos eletrônicos do hospital foram colocados avisos confirmando o atraso.

Notícias relacionadas

09/10/2013
14h54 Para quitar salários atrasados na Santa Casa, prefeitura confirma repasse ainda hoje
14h37 Santa Casa: Ministério da Saúde diz que repasse para Prefeitura foi feito no prazo


Comentários (0)

 
Deixar comentário