Midiamax
BUSCA: 
Editorial
TURISMO CADAVÉRICO
O prefeito de Bonito quer desbancar o saudoso personagem Odorico Paraguaçu. Mas a vida não imita a arte. Acorda desse pesadelo, Excelência!
Leia na íntegra
 Capa

 Últimas Notícias

 Pimenta no Reino

 Transparência

 Política

 Polícia

 Emprego

 Tecnologia

 Esportes

 Geral

 Mundo

 Brasil

 Agronegócio

 Economia

 Cultura

 Cinema

 Entretenimento
Articulistas



Blogs
 Fernando Soares
Mais Lidas
01 PMDB enfrenta nova crise com insatisfação de candidatos para Campo Grande

02 1 baleado: dupla que assaltava de Biz tenta 'dar perdido' em viatura do Choque e acaba presa

03 Após eleições, 10 cargos federais viram alvo de políticos em Mato Grosso do Sul

04 Professores não farão greve porque 'são inteligentes', diz prefeito, sem dar aumento

05 Dupla armada com pistola rende família no meio da manhã e rouba carro em Campo Grande

Espaço do Leitor
Espaço do leitor
Acesso Fácil
Faça da Midiamax sua página inicial

27/09/2013 10:01

Ataque de vespas mata 19 pessoas em 3 meses e preocupa autoridades na China

Aumentar texto Diminuir texto

Uol/GA

Pelo menos 19 pessoas morreram e outras 70 foram internadas após terem sido picadas por vespas na província de Shaanxi, no centro da China, onde as autoridades decretaram estado de alerta devido ao considerável aumento destes casos, informou nesta sexta-feira o jornal oficial "China Daily".

Segundo a fonte, os hospitais da Prefeitura de Ankang, no sul de Shaanxi, receberam 583 pessoas vítimas de picadas deste inseto nos últimos três meses. Deste número, 19 morreram e 70 seguem hospitalizadas, enquanto o restante já recebeu alta médica.

De acordo com as autoridades, esses números revelam o aumento destes incidentes e a necessidade de tomar medidas mais severas.

"A cada outono registramos mais casos de picadas de vespa na província, especialmente nas áreas montanhosas. Estes incidentes aumentaram gradualmente nos últimos anos devido ao fato do número de vespas também terem aumentado na região", explicou Zhao Fang, oficial do governo local de Ankang.

Especialistas médicos também ressaltaram a dificuldade que esses casos representam, já que a maioria ocorre em zonas de difícil acesso.

"A proporção de gente que morre por picadas de vespas é relativamente alta na China, já que a maioria dos casos se produz em remotas áreas rurais, onde as vítimas não podem receber o tratamento adequado com agilidade", assinalou o doutor Guo Dongyang.



Comentários (0)

 
Deixar comentário
17h54
Avião de pequeno porte bate em prédio de aeroporto nos EUA
15h38
OMS relata 4.920 mortes e 13.703 contaminações por ebola no mundo
15h14
Mais de 200 iraquianos são encontrados em covas coletivas