Midiamax
BUSCA: 
 Capa

 Últimas Notícias

 Pimenta no Reino

 Transparência

 Política

 Polícia

 Emprego

 Tecnologia

 Esportes

 Geral

 Mundo

 Brasil

 Agronegócio

 Economia

 Cultura

 Cinema

 Entretenimento
Articulistas



Blogs
 Fernando Soares
Mais Lidas
01 Manobra na saída de autoposto causa acidente em avenida de Campo Grande

02 Por quase nove horas, trio realiza arrastão em Campo Grande e fere a tiros uma das vítimas

03 Delcídio ameaça processar Azambuja, mas admite que há investigação no STF

04 Mensagem falsa sobre sumiço de criança no Aero Rancho invade WhatsApp em MS

05 Revista Veja afirma que Youssef incriminou Dilma e Lula; advogado não confirma

Espaço do Leitor
Espaço do leitor
Acesso Fácil
Faça da Midiamax sua página inicial

19/08/2013 22:50

CPI volta a investigar denúncia de exploração sexual

Aumentar texto Diminuir texto

AgênciaCâmara/DA

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes vai ouvir nesta terça-feira (20) dois delegados da Polícia Civil de Três Corações (MG). O objetivo é apurar possível obstrução às investigações sobre o caso do presidente da Câmara de Vereadores do município, Altair Gustavo Rocha Nogueira, denunciado por exploração sexual de uma adolescente.

Serão ouvidos os delegados Marcondes da Costa e Ana Paula Kich Gontijo, de Três Corações, além do delegado de Polícia Civil Josias Moreira Giffoni, de Varginha (MG), município vizinho onde foi instalado um inquérito para apurar as denúncias. O ex-vereador de Três Corações Cassio Arantes também prestará esclarecimentos à CPI.

Obstrução

De acordo com a presidente da comissão, deputada Erika Kokay (PT-DF), os deputados perceberam uma espécie de obstrução às investigações. "Ao irmos a Três Corações, nós tivemos uma série de denúncias de que havia um suporte que impedia um processo de investigação e de punição dos envolvidos por estruturas do próprio Estado", disse a deputada.

O presidente da Câmara Municipal de Três Corações foi identificado em imagens participando de orgia com duas mulheres, entre elas uma adolescente. Em depoimento, ele declarou que não sabia que a menina era menor de idade.

Além de suspeito do crime de exploração sexual de crianças e adolescentes, Altair Gustavo Rocha Nogueira foi citado nas investigações por mau uso do dinheiro público e prevaricação. A CPI quer a quebra de sigilo bancário do vereador e também uma auditoria nas contas da Câmara Municipal de Três Corações. A reunião da CPI está marcada para as 14h30, no Plenário 11.



Comentários (0)

 
Deixar comentário
22h33
Candidatos prometem manter política de valorização do salário mínimo
21h20
PT pede ao STF investigação sobre depoimento de doleiro
20h53
Assinantes de Veja na Capital dizem que não receberam edição onde doleiro incrimina Dilma e Lula
Artigo do dia
Aristóteles Drummond
Escolha Radical
Entrevista
Diretor do CRA fala da importância do profissional administrador na gestão pública
Loteria
Ninguém acerta, Mega-Sena acumula e pode pagar R$ 60 milhões