Você está aqui

Maníaco da Cruz passa por triagem e deve ficar um ano em complexo penitenciário

  • Foto: Arquivo Midiamax

Dhionathan Celestrino, de 21 anos, o ‘Maníaco da Cruz’, deve ficar até um ano no Complexo Penitenciário de Campo Grande, em uma cela isolada. O Secretário Estadual de Justiça e Segurança Pública, Wantuir Jacini, explicou nesta quinta-feira (11) que o jovem passa por triagem médica.

Geralmente, os procedimentos de isolamento no Complexo Penitenciário duram até 30 dias, mas Dhionathan deve ter os exames médicos concluídos com mais agilidade. De acordo com Jacini, os médicos devem avaliar se ele permanecerá sem acesso a televisão e jornais.

“Tudo depende da avaliação médica. Nós vamos cumprir exatamente o que diz a determinação judicial, que ele deve ficar sozinho em um lugar com escolta e banho de sol, além de passar por avaliações médicas bimestrais e ser acompanhado por enfermeiros, que cumprirão o que os médicos determinarem depois dessa primeira avaliação”, afirmou o secretário.

Após um ano, uma nova decisão judicial deve determinar qual o destino de Dhionathan. “Ainda não sabemos se ele continuará por um ano no complexo penitenciário, vai depender do que os médicos determinarem, o que eles avaliarem que é melhor. A decisão diz que ele pode ficar até um ano lá, então dependemos do resultado dos exames para saber o que será feito”.

Segundo a assessoria de comunicação do governo, ele deverá ser submetido periodicamente a tratamento psiquiátrico e psicológico, com isolamento dos demais condenados e ainda terá o acompanhamento da Secretaria de Estado de Saúde (SES).

A determinação judicial determina a interdição civil de Dhionathan, pois os laudos médicos enviados pela Santa Casa ao juizado dizem que o jovem oferece risco à sociedade.

Tópicos