Midiamax
BUSCA: 
Editorial
TURISMO CADAVÉRICO
O prefeito de Bonito quer desbancar o saudoso personagem Odorico Paraguaçu. Mas a vida não imita a arte. Acorda desse pesadelo, Excelência!
Leia na íntegra
 Capa

 Últimas Notícias

 Pimenta no Reino

 Transparência

 Política

 Polícia

 Emprego

 Tecnologia

 Esportes

 Geral

 Mundo

 Brasil

 Agronegócio

 Economia

 Cultura

 Cinema

 Entretenimento
Articulistas



Blogs
 Fernando Soares
Mais Lidas
01 Criança cai de segundo andar do prédio do Procon de Campo Grande

02 Agendado via Facebook, protesto contra Dilma na Capital defende até intervenção militar

03 Dentro de casa, mulher agoniza por seis horas depois de ser espancada e roubada na Capital

04 É fria: jornalista compra geladeira estragada na Capital e não consegue trocar por nova

05 Mudança no código de trânsito eleva multa de R$ 191 para R$ 1.915 a partir de sábado

Espaço do Leitor
Espaço do leitor
Acesso Fácil
Faça da Midiamax sua página inicial

05/06/2013 16:51

TV Brasil Pantanal exibe filmes do ator e cineasta Mazzaropi

Aumentar texto Diminuir texto

Dourados Agora/TL

Reprodução

Começa na próxima sexta, dia 7 de junho, o Festival Mazzaropi. A TV Brasil selecionou oito filmes deste grande ator e cineasta para serem exibidos, um por semana, durante dois meses. Mazzaropi até hoje é considerado um dos grandes atores do Brasil. Utilizou da figura do “jeca” para fazer rir. No total, foram cerca de 30 longas em que ele atuou ou dirigiu.

Para relembrar Mazzaropi, o primeiro clássico a ser apresentado é “Betão ronca ferro”. Entra no ar, na TV Brasil, às 22h30 do dia 7 de junho, sexta-feira. Nesta comédia, com direção de Geraldo Afonso Miranda, Mazzaropi presta uma justa homenagem aos artistas mambembes e ao circo (suas origens), cujos picadeiros ao redor do Brasil, mesmo depois de famoso, nunca deixou de frequentar.

Em “Betão ronca ferro”, Mazzaropi faz o papel de um empregado de um circo pobre que passa a ter o ofício ameaçado depois que sua filha se casa e deixa o mundo dos espetáculos. O título do filme, que tem duração de 100 minutos, faz alusão à revolucionária novela “Beto Rockfeller”, um fenômeno à época (1971).

Já o segundo filme a ser apresentado no dia 14 de junho, também às 22h30, se chama “O corintiano”. Mazzaropi é “Seu” Manuel, um barbeiro fanático pelo Corinthians Paulista, que é capaz das maiores loucuras para torcer pelo seu time do coração: andar com um burro preto e branco, bater boca com torcedores de times rivais, fazer promessas malucas, orações, sofrimento e “xingamentos” na arquibancada.

Os outros seis filmes que vão entrar na grade da TV Brasil semanalmente são: “O Lamparina” (1964), “O Puritano na Rua Augusta” (1966), “O Jeca contra o capeta” (1975), “Zé do Piriquito” (1974), “O Jeca Macumbeiro” (1974), “Jecão, um fofoqueiro no céu” (1977).

Sobre Mazzaropi

Filho de um imigrante italiano e de uma portuguesa, Amácio Mazzaropi nasceu em São Paulo no dia 9 de abril de 1912. Já aos dez anos, morando em Taubaté, ele começou a frequentar atividades circenses. Aos 14, deixou a casa dos pais para acompanhar o Circo La Paz, da capital paulista. Entre um número e outro de faquir, ele contava anedotas e causos. E assim começou a sua longa carreira artística. De 1935 a 1945, após convencer os pais - que inicialmente eram contrários à sua carreira artística - a atuarem como atores, a Trupe Mazzaropi percorreu muitos municípios do interior de São Paulo.

Em 1946, Mazzaropi estreou na Rádio Tupi, com o programa Rancho Alegre, encenado ao vivo no auditório da rádio e dirigido por Cassiano Gabus Mendes. Quatro anos depois, o mesmo programa estreou na televisão. Mazzaropi fez 32 longas ao longo de sua carreira como cineasta, contando histórias que abordavam o racismo, a religião, a política e ecologia. Era conhecido por falar "a língua do povo". A crítica, no entanto, o desprezava, assim como outros cineastas da época. Seus filmes eram considerados "superficiais" pela elite intelectual do País, apesar do enorme sucesso de público. Mazzaropi morreu em 13 de junho de 1981, aos 69 anos, vítima de um câncer na medula óssea. Nunca se casou e nem teve filhos legítimos, mas deixou um filho adotivo, Péricles, que morreu na década de 1990.

Festival Mazzaropi

Estreia no dia 7 de junho - “Betão Ronca Ferro”

Classificação Indicativa: Livre

Horário: 22h30

Sintonize a TV Brasil:

RJ/TV aberta – canal 2 VHF e 32 UHF (transmissora da zona rural)

Em SP, canal digital 63 UHF

Net - canais 4 (SP), 16 (DF), 18 (RJ e MA)

Sky-Direct TV – canal 116

TVA digital - canal 181 (RJ e SP)

Na internet: www.tvbrasil.org.br



Comentários (0)

 
Deixar comentário
12h33
Colegiado de teatro protesta por audiência com prefeito e cobra verba para cultura
Charge do dia
Charge
Galeria
Revista Cultural MS
Artigo do dia
João Campos
Gratuidade injusta
Entrevista
Diretor do CRA fala da importância do profissional administrador na gestão pública