Midiamax
BUSCA: 
 Capa

 Últimas Notícias

 Pimenta no Reino

 Bastidores

 Transparência

 Política

 Polícia

 Emprego

 Tecnologia

 Esportes

 Geral

 Mundo

 Brasil

 Agronegócio

 Economia

 Cultura

 Cinema

 Entretenimento
Articulistas






Espaço do Leitor
Espaço do leitor
Blogs
 Alex Fraga

 Ana Cavalheiro

 Cozinha de Raízes

 Eugênia Amaral

 Falo Blogo Escrevo

 Festas e Eventos

 João Campos Online

 Papo de Pregão
 Fernando Soares
Mais Lidas
01 Jovem de Nova Alvorada do Sul garante que emagreceu 90 kg em 6 meses com 'ajuda de melancia'

02 Bebê é internado com traumatismo e avó diz que acertou neto ao tentar espantar um gato

03 Criança é arremessada para fora de carro em capotamento com 4 vítimas na MS-040

04 CONFIRA: promoções derrubam preço da gasolina para até R$ 2,65 em Campo Grande

05 Novo desafio na rede: mulheres postam fotos sem maquiagem e convidam amigas a fazer o mesmo

Acesso Fácil
Faça da Midiamax sua página inicial

15/05/2013 18:30

Rio terá feriado durante visita do Papa Francisco para a Jornada Mundial da Juventude

Aumentar texto Diminuir texto

Agência Brasil/TL

O prefeito Eduardo Paes vai encaminhar ainda hoje (14) à Câmara de Vereadores do Rio de janeiro proposta de feriado integral nos dias 25 e 26 de julho, quando ocorrem os dois principais eventos da Jornada Mundial da Juventude com a participação do Papa Francisco na Praia de Copacabana, na zona sul da cidade: a Via Crúcis e a Missa da Acolhida, quando são esperados cerca de 1,5 milhão de peregrinos.

A informação foi dada em entrevista coletiva hoje pelo prefeito Eduardo Paes. Segundo Paes, também será feriado parcial os dias 23 (a partir das 16h) e 29 de julho (até as 12h). No primeiro caso o feriado será para facilitar a chegada dos peregrinos à Copacabana e no segundo para facilitar a saída dos ônibus da cidade.

“A medida é para conforto tanto dos moradores da cidade como para os que estarão aqui nestes dois dias de visita. Nós estamos falando de um evento que vai reunir de 1,5 milhão a 2 milhões de visitantes em Copacabana, na quinta-feira e na sexta-feira, dias de expediente normal. É como se tivéssemos dois réveillons seguidos, do ponto de vista do fluxo de pessoas”, disse Paes.

O prefeito Eduardo Paes disse que a prefeitura, por meio da Rio Eventos Especiais, está montando um amplo esquema operacional e de mobilidade urbana para os dias em que o Papa Francisco estiver na cidade para a Jornada Mundial da Juventude, ente os dias 23 e 29 de julho.

Nestes dias a cidade terá um esquema especial de trânsito, sinalização reforçada em pontos turísticos, reforço no sistema de transportes, além de ter intensificadas as atuações dos órgãos municipais envolvidos no evento. Estarão excluídas da proposta de feriado as atividades de comércio de rua, bares, centros comerciais, shopping centers, galerias, estabelecimentos culturais e pontos turísticos – que poderão funcionar normalmente.

Segundo a prefeitura, para compensar os feriados parciais da terça-feira e da segunda-feira subsequente, os estabelecimentos públicos e privados poderão iniciar as suas atividades mais cedo, de modo a compensar o término antecipado da jornada de trabalho.

Outra decisão tomada pelo prefeitura, a partir de sugestão da Rio Eventos Especiais, envolve os ônibus fretados que transportarão peregrinos vindos do exterior, de outros estados ou do interior do Rio de Janeiro: eles não poderão circular dentro do município do Rio durante os dias 19 e 30 de julho. Caso não respeitem a determinação, os veículos serão multados e apreendidos.

O Papa Francisco chega ao Rio de Janeiro no dia 22 de julho, retornando à Roma no dia 28, quando termina a Jornada Mundial da Juventude. Enquanto estiver no país, o Papa terá encontro com a presidenta Dilma Rousseff, com o governador Sérgio Cabral e com o prefeito Eduardo Paes. Visitará uma favela, a da comunidade de Varginha, em Manguinhos, e se encontrará com representantes da sociedade civil.

09h53
Irmão diz que jovem se arrependeu de chamar Aranha de macaco
22h59
Projeto altera marco civil da internet para restringir acesso a dados de cidadãos
22h43
Deputados do governo e da oposição discordam sobre dados da LOA 2015
Artigo do dia
Ruben Figueiró
Casas de tolerância
Entrevista
Prefeito rebate críticas e diz que tem de resolver até o que é atribuição do Estado
Loteria
Mega-Sena acumula e pode pagar R$ 38 milhões no sábado