Midiamax
BUSCA: 
 Capa

 Últimas Notícias

 Pimenta no Reino

 Transparência

 Política

 Polícia

 Emprego

 Tecnologia

 Esportes

 Geral

 Mundo

 Brasil

 Agronegócio

 Economia

 Cultura

 Cinema

 Entretenimento
Articulistas



Blogs
 Fernando Soares
Mais Lidas
01 DATAmax: diferença entre Reinaldo e Delcídio é de 8,58 pontos; indecisos são 3,58%

02 Campanha esquenta e ex-vice-prefeito troca socos e xingamentos com vereador

03 Advogado criminalista é assassinado com oito tiros neste sábado em Dourados

04 Após briga em família, menina de 12 anos revela que tio a estupra e avô faz denúncia

05 Mãe faz o parto de filha adolescente dentro de carro na Avenida Afonso Pena

Espaço do Leitor
Espaço do leitor
Acesso Fácil
Faça da Midiamax sua página inicial

07/05/2012 20:40

Engenheiro é mantido em cárcere privado por mulher e sogra durante cinco anos

Aumentar texto Diminuir texto

R7 / WQ

Uma mulher de 28 anos e a mãe dela, de 60, foram presas por suspeita de manter um engenheiro em cárcere privado em Belo Horizonte, Minas Gerais.

A vítima, de 60 anos, teria sido mantida em cárcere privado, sem comida e sob o efeito de medicamentos. A prima do engenheiro registrou ocorrência e confirmou os maus-tratos.

De acordo com a polícia, o homem ficou em cárcere privado durante cinco anos. Ele foi encontrado em um prédio no bairro Itapuã, na região da Pampulha. Vinte quilos mais magro e abalado psicologicamente, o engenheiro prestou depoimento na Delegacia de Mulheres.

A família da vítima acredita que foi tempo suficiente para que as suspeitas se apossassem dos bens do engenheiro. Mãe e filha foram presas e indiciadas por abandono de incapaz



Comentários (0)

 
Deixar comentário
19h15
Candidatos à Presidência têm propostas semelhantes sobre igualdade racial
18h59
Na TV, presidente do TSE pede que eleitores votem com tranquilidade
17h57
Governo pede que PF investigue boatos eleitorais sobre o Bolsa Família
Artigo do dia
Aristóteles Drummond
Escolha Radical
Entrevista
Diretor do CRA fala da importância do profissional administrador na gestão pública
Loteria
Ninguém acerta, Mega-Sena acumula e pode pagar R$ 60 milhões