Midiamax
BUSCA: 
 Capa

 Últimas Notícias

 Pimenta no Reino

 Transparência

 Política

 Polícia

 Emprego

 Tecnologia

 MidiaMAIS

 Esportes

 Geral

 Mundo

 Brasil

 Agronegócio

 Economia

 Cultura

 Cinema

 Entretenimento
Articulistas



Blogs
 Fernando Soares
Mais Lidas
01 GISA: auditoria na Sesau e no IMTI identificou fraude em documentos e licitação direcionada

02 CONFIRA: inscrições abertas para concursos com salário de até R$ 25,2 mil em MS

03 Enfermeiro tenta enforcar companheira e foge levando todo o salário dela na Capital

04 'Coordenador científico' do Aquário era sócio de empresa que integra consórcio Eco-Pantanal

05 Homem dá dois tiros na ex-mulher e tenta se suicidar com disparo na cabeça em MS

Espaço do Leitor
Espaço do leitor
Acesso Fácil
Faça da Midiamax sua página inicial

27/07/2011 16:34

'Fiquei desesperada ao ver meu filho com a faca na cabeça", conta mãe de garoto agredido por colega

Aumentar texto Diminuir texto

Aline Saraiva

Aline Saraiva
A mãe do garoto de 13 anos, esfaqueado por um colega de apenas dez anos: 'sangue e desespero'

Deusli Silva de Oliveira é a mãe de Mateus Silva de Oliveira, de 13 anos. O menino foi atingido nesta quarta-feira (27) por uma facada na cabeça enquanto brincava com outra criança. Ela conta que entrou em desespero quando viu o filho ensanguentado.

Segundo Deusli, o menino de 10 anos que atingiu Mateus é vizinho e todos os dias brincava com seus filhos no quintal de sua casa. Ela conta que o menino chamou Mateus para brincar na casa ao lado.

Por volta das 10h25 da manhã, Mateus voltou para a casa chorando com uma faca de serra enfiada na cabeça, entre os olhos e a orelha. “Eu fiquei desesperada quando eu vi meu filho chorando com aquela faca na cabeça, nem perguntei o que aconteceu”, conta Deusli. Ela também conta que o filho toda hora perguntava se iria morrer, até que foi se acalmando por conta dos Bombeiros.

O menino, de 13 anos, está no Pronto Socorro da Santa Casa de Campo Grande. Tomografia e Raio-X foram feitos para saber a profundidade da perfuração, depois será analisado se é caso de cirurgia.

Ao ser questionada sobre a mãe do vizinho, Deusli comenta que a mulher passa do dia todo fora de casa e deixa os três filhos sozinhos em casa. “O que ela faz ninguém sabe, só sei que ela não para em casa”, finaliza ela.

O menino que deu a facada, juntamente com a mãe, foram encaminhados à Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente e, por se tratar de duas crianças, o caso foi encaminhado ao Conselho Tutelar para proteção a eles.

(Com a colaboração de Diego Alves)



Comentários (0)

 
Deixar comentário
21h38
Jovem é assaltada e ladrões levam moto em Campo Grande
18h40
PRF apreende Van com 5 mil pacotes de cigarros contrabandeados do Paraguai
18h16
Homem é assassinado com 13 facadas em cidade de MS
Charge do dia
Charge