Você está aqui

Doze civis morrem na Síria após bombardeio de coalizão dos EUA

Número de feridos ainda não foi confirmado

Pelo menos doze civis morreram vítimas de bombardeios promovidos nesta quarta-feira (13) pela coalizão internacional de combate ao Estado Islâmico, liderada pelos Estados Unidos, na Síria, na região da província de Deir ez-Zor, ao nordeste do país.

O local é palco de ofensivas lideradas pelas tropas do governo sírio e das milícias curdas e aliados. Os povoados de Mazlum, Jishan e Hatla foram afetados pelos bombardeios, segundo o Observatório Sírio de Direitos Humanos.

O número de feridos ainda não foi determinado, segundo informações da agência de notícias EFE. No povoado de Al Shuhail, também houveram bombardeios, mas não há informações sobre feridos.

Todos os povoados se situam ao leste do rio Eufrates, na passagem por Deir ez-Zor, onde as Forças da Síria Democrática, grupo formado por milícias curdas e apoiado pela coalizão dos EUA, entraram em confronto com militantes do Estado Islâmico.

Tópicos