Você está aqui

Este panfleto antigo revela um pouco da juventude campo-grandense dos anos 90

Boate Chatanooga fechou em 1999

Panfleto revela muito sobre a juventude de Campo Grande nos anos 90 / Foto: Reprodução/WhatsApp

.

.

Um panfleto, ou como é popularmente chamado "flyer" quando diz respeito à uma festa ou evento, circulou nesta terça-feira (21) em vários grupos de WhatsApp campo-grandenses que brindam à saudade de outros tempos. Com uma estética simples, anunciava uma festa chamada de "Noite do Telão" na boate Chatanooga, que fecharia 9 anos depois, e que se localizava onde hoje fica a boate Valley Acoustic, entre a Av. Afonso Pena e a 15 de Novembro, na Rua José Antônio, perto do Obelisco. 

Com uma descrição bem detalhada do que iria passar no telão e quais os sons que iriam tocar na noite de 24 de novembro de 1990, quase exatos 27 anos atrás, o panfleto revela o que os jovens curtiam escutar e ver naquela época. 

Quem decifra esse panfleto cheio de referências dos anos 90 é Juscelino Burton, o DJ Juju, que além de ter produzido festas por lá nessa época, relembra muitos detalhes. "Nessa época o que estava na moda era o ritmo 'eurodance', como Information Society, Rick Astley. São ritmos meio 'house', que veio dos anos 80, e meio rock. Os americanos gostavam mais de Michael Jackson e por aqui a gente gostava mais do que tocava na Europa", relembra DJ Juju. 

Tecnologia 'de ponta'

No panfleto, a festa promete vários momentos interessantes no telão. "O telão funcionava assim, nós filmávamos os DJs e depois ficavamos projetanto no telão. Mas além disso, para você poder entrar no estilo da festa naquele tempo, colocava-se para ficarem passando os filmes da época, som do 'Top Gun', Miami Vice, filmes dos anos 80, clipes com imagens do DJ, para dar um destaque maior", relata Juju. 

 

 

 

Porém, apesar de ser o chamariz da festa "Noite do Telão" não era nem um pouco fácil operar a tecnologia, tanto que o próprio panfleto a descreve: "Vale a pena lembrar que estaremos operando com telão Zenith & Vídeo Cassette Panasonic Hi Fi de Última Geração". "Era realmente uma tecnologia de ponta para fazer as filmagens dos DJs e transmitir os clipes no telão, e era um equipamento muito bom, diferente de toda a tecnologia que temos hoje, que é bem mais fácil", resume o DJ. 

Além de Juju, haviam os DJs "residentes", que tocavam lá em quase todas as festas, exceto quando algum DJ era trazido de fora. Os DJs Tubinho & Tchola, descritos no flyer eram dois DJs da casa. "Hoje são chamados de residentes, mas eram nossos DJs da casa. Essa foi a época de ouro dos locutores de rádio e dos DJs", descreve. 

Saudosismo 

Segundo ele, a Chatanooga abria apenas aos sábados, e depois de um tempo se iniciou a chamada "Domingueira", festas aos domingos. No próprio panfleto, uma festa já é anunciada, para o dia 20 de dezembro de 1990, a festa "3ª Noite Inglesa", seguindo a tendência de se escutar sons europeus, e provavelmente da invasão inglesa dos anos 70 a 80, como Beatles, The Clash, e tantas outras. 

Dá para reconhecer muitas bandas no gosto dos jovens dos anos 90 em Campo Grande, como U2, Gun's and Roses, Van Halen, The Smiths, entre tantas outras, mas muitos sons que eram amplamente divulgados no panfleto não tocam tanto mais entre os jovens. Mas segundo DJ Juju, continuam tendo aderência por aqui.

 

 

"Eu realizo várias festas ainda para quem gosta desse som, os famosos 'flash backs', que dão um público mais velho, mas chega a dar 2 mil pessoas nessas festas", afirma Juju. Ele diz que são músicas atemporais, e que diferente de hoje, quando as pessoas estão mais focadas em festas de sertanejo e funk, naquela época as pessoas eram mais ecléticas. O panfleto deixa isso bem claro. 

A Chatanooga não aceitava menores de 18 anos, e Juju diz que, de qualquer jeito, menores não costumavam entrar na fila das baladas naquela época. A boate operou até 1999, quando mudou de nome e virou outras casas noturnas. Segundo Juju, na época surgiram casas noturnas "de elite", que abduziram o público "classe A" do espaço, e as festas começaram a atingir um público mais C e D. Porém, a persistência foi grande, já que depois da "Festa do Telão", a boate durou mais 9 anos. 

Tópicos