Você está aqui

Lázaro Ramos repudia vídeo de William Waack: 'Racismo é crime e ponto final'

'Coisa de preto', disse o jornalista em gravação

Ator Lázaro Ramos fez uma publicação no Instagram em resposta ao escândalo que levou ao afastamento do jornalista William Waack do Jornal da Globo. Em vídeo vazado por um ex-cinegrafista da Globo que teria testemunhado a cena pessoalmente, Waack reclama de uma buzina da rua que ressoa no estúdio e diz "É coisa de preto".

Lázaro, então, compartilhou nas redes sociais trechos do texto de uma pessoa chamada Johnatan Oliveira Raimundo, que fala sobre "coisa de preto".

"Coisa de preto é a poesia de Cartola. Os dedos a bailar sobre o violão de Paulinho da Viola. Ah, só podia ser preto - Romário, Imperador, Ronaldinho. Responder ao racismo com lamentos em forma de chorinho", diz uma parte do texto.

Em seguida, o ator escreve: "E eu completo aqui: é tudo isso e muito mais. E pra vc o que É? E só pra não esquecer: Racismo é crime e ponto final".

Tópicos