Você está aqui

Vasco vence o Atlético-GO com gol contra e cola no G7

1 a 0


A partida foi fraca, mas o objetivo do Vasco na noite desta quarta-feira foi conquistado. Com gol contra, o time comandado por Zé Ricardo venceu o Atlético-GO por 1 a 0 no Serra Dourada, em Goiânia (GO), engatou a terceira vitória seguida pela primeira vez no Campeonato Brasileiro (o que não acontecia na elite desde 2012) e colou no G7, zona de classificação para a Conembol Libertadores da próxima temporada.

Os primeiros 45 minutos de partida não foram de bom futebol. Muitos erros de passe e pouca criatividade acabaram sendo os "destaques" de Atlético-GO e Vasco em campo. Aos 10 e 19, Marcos e Martin Silva, respectivamente, trabalharam um pouco em breves lampejos criativos, mas sem maiores dificuldades. Pecaram demais nisto...


Este pobre futebol do primeiro tempo se refletiu no lance que saiu o gol antes do intervalo. Aos 29 minutos, o Vasco saiu na frente, mas com um gol contra. Jonathan, do Atlético-GO, com uma grande infelicidade, tocou para o fundo das próprias redes após cruzamento de Andrés Rios. Para festa dos vascaínos e desespero da torcida do Dragão.

No segundo tempo, o jogo seguiu arrastado, com pouco perigo para os goleiros de ambas as equipes. Aos três, em um lampejo da criação do Atlético-GO, Martin Silva evitou o Vasco de sofrer o empate ao tocar para escanteio na finalização de Andrigo. Depois disso, quase nada mais foi criado, irritando os torcedores que foram até o Serra Dourada.

Aos 36 minutos, em um lance de desespero, Niltinho derrubou Madson e recebeu de forma direta o cartão vermelho, deixando o Vasco com um jogador a mais em campo. Com isso, a partida, que já estava arrastada, piorou tecnicamente. O Atlético-GO se jogou de qualquer forma ao ataque, mas sem muito sucesso.

Os três pontos foram conquistados pelo Vasco, que chegou aos 42, ocupando a oitava colocação da classificação do Brasileiro. Dependendo de tropeços de Botafogo e Flamengo nos jogos deste meio e também do fim de semana, e caso derrote o Coritiba no Maracanã no sábado, o Cruz-Maltino entrará na zona de classificação para a Libertadores e praticamente selará com antecedência a permanência na Série A. Cenários para serem comemorados pelos vascaínos, que depois da chegada de Zé Ricardo, viu os sonhos terem chance de virar realidade.

FICHA TÉCNICA 
ATLÉTICO-GO 0 X 1 VASCO

Estádio: Serra Dourada, em Goiânia (GO) 
Data/hora: 18/10/2017 - 19h30 (de Brasília) 
Árbitro: Claudio Francisco Lima e Silva (SE) 
Auxiliares: Cleriston Clay Barreto Rios (SE) e Fabio Pereira (TO) 
Renda/público: Indisponíveis 
Cartões amarelos: André Castro, Andrigo (ACG) e Bruno Paulista, Yago Pikachu (VAS) 
Cartão vermelho: Niltinho 36'/2ºT (ACG)

GOL: Jonathan contra 29'/1ºT (0-1)

ATLÉTICO-GO: Marcos, Jonathan, Eduardo, Gilvan e Bruno Pacheco; André Castro, Paulinho (Niltinho intervalo), Andrigo (Diego Rosa 21'/2ºT), Jorginho e Luiz Fernando; Walter (Alison 34'/2ºT). Técnico: João Paulo Sanches.

VASCO: Martin Silva, Madson, Breno, Anderson Martins (Paulão 44'/1ºT) e Ramon; Wellington e Bruno Paulista (Andrey 15'/2ºT); Yago Pikachu, Nenê e Mateus Vital (Paulo Vitor 27'/2ºT); Andrés Rios. Técnico: Zé Ricardo.

Tópicos