Você está aqui

Mano evita culpar arbitragem e fala da entrega de seus jogadores

A Raposa foi melhor avaliando todo o jogo

O Cruzeiro ficou no empate, por 1 a 1, com o Vitória, na tarde deste domingo, no Barradão, pelo Campeonato Brasileiro. A Raposa foi melhor avaliando todo o jogo e ainda teve dois erros de arbitragem que atrapalharam o time mineiro no resultado final.

O técnico Mano Menezes, porém, evitou criticar a arbitragem e disse que entende o árbitro, pois o lance da bola na trave que pegou dentro do gol foi bastante rápido, ficando difícil para a analise do juiz.

 "A bola entrou, mas eu sempre me coloco na posição do árbitro e do auxiliar nesses lances difíceis de serem vistos. Tem coisas que o olho humano não consegue e vamos ver no vídeo. Penso que houve um pênalti sobre Elber. Esse foi claro, deu para ver daqui de onde estávamos", destacou.

O Cruzeiro se perdeu no inicio do jogo, momento, inclusive, que Bryan colocou a mão na bola e deu ao Vitória a possibilidade de ficar a frente. A Raposa conseguiu equilibrar a partida ainda no primeiro tempo e ser melhor durante toda a etapa complementar. Mano avaliou o resultado e disse que sua equipe vai cumprir o planejamento da temporada.

"A equipe teve paciência, posse, empurrou o Vitória para trás. Foi rondando o gol. Tínhamos um pouco de dificuldades no acabamento, na última bola, porque não tínhamos jogadores com característica de cabeceio. Mas o futebol é realmente surpreendente e fomos fazer um gol de cabeça com o Alisson, colocando um pouco mais de justiça no placar. Fico feliz pela entrega dos jogadores faltando duas rodadas para terminar o campeonato. Vamos terminar a temporada bem, nas primeiras posições como queríamos terminar. Para valorizar o que fizemos até aqui, juntar com título da Copa do Brasil. Aí, somando, podemos ter uma boa temporada", finalizou.

O Cruzeiro volta a campo no próximo domingo, contra o Vasco, no Mineirão, às 17h (de Brasília).

Tópicos