Você está aqui

Dinamarca vence Irlanda de virada e leva última vaga da Copa

4 a 1

A última vaga da Copa do Mundo já tem dono. Na tarde desta terça-feira, a Dinamarca encarou a República da Irlanda pela repescagem europeia, venceu por 4 a 1 de virada e garantiu o passaporte para a Rússia.

Jogando em casa e com o apoio da apaixonada torcida, a Irlanda começou melhor na partida e logo abriu o placar, dando esperança para o irlandeses: aos 6 minutos, o zagueiro Duffy cabeceou após cobrança de falta e encobriu o goleiro Schmeichel, fazendo o primeiro da partida.

O gol acalmou os nervos da Irlanda e o time diminuiu a intensidade no campo, dando mais espaços para a Dinamarca. Pressionando a saída de bola dos donos da casa, começaram a ameaçar e forçar erros na zaga da Irlanda. E assim saiu o gol de empate: Christensen recebeu cruzamento rasteiro e chutou para o gol, a bola desviou no lateral Christie e morreu no fundo do gol.

Abatidos com o resultado, a Irlanda se perdeu em campo e a Dinamarca chegou à virada dois minutos depois: Eriksen começou sua noite brilhante ao arriscar um chute de fora da área. A bola explodiu no travessão e entrou no gol, para a alegria dos torcedores dinamarqueses que viajaram até Dublin.

Melhor em campo, Eriksen voltou a brilhar na segunda etapa. Aos 17 minutos, acionado na meia-lua, o camisa 10 girou e chutou colocado na direita do gol, sem chances para o goleiro irlandês. O hat-trick do jogador do Tottenham veio logo depois, em mais um erro da zaga da Irlanda: Ward tentou afastar a bola na área mas entregou para Eriksen. O jogador só teve o trabalho de mandar uma bomba e garantir a vitória da Dinamarca.

O golpe no coração dos irlandeses veio aos 44 minutos, quando Bendtner foi derrubado na área. O juiz assinalou o pênalti e o mesmo Bendtner foi para a cobrança, estufando o lado direito do gol e selando a goleada.

Tópicos