Você está aqui

Após dois anos de queda, abertura de empresas cresce 6,9% em MS

No ano passado 2.670 empresas foram encerradas

Mato Grosso do Sul voltou a registrar aumento na abertura de empresas e cresce 6,9% entre janeiro e outubro na comparação com o mesmo período do ano passado, somando 5.130 novos negócios. É a maior quantidade registrada desde 2015. 

O mês de março registrou o melhor desempenho com 624 empresas constituídas, recuou para 425 em abril e voltou a crescer nos meses seguintes, exceto em setembro, que reduziu a 425. 

Ao mesmo tempo que o Estado abriu mais estabelecimentos, ele também encerrou mais empresas – em março 300 foram extintas. No ano anterior, 2,2 mil negócios fecharam as portas, número que subiu para 2.381 neste ano. A diferença é de 6,7%.

Os registros na Jucems (Junta Comercial de Mato Grosso do Sul) mostram também que o interesse em manter filiais no Estado recuou 7%. Foram criadas 867 filiais e extintas outas 870. 

Por causa da crise, o recorde de fechamentos aconteceu no ano passado, quando 2.670 empresas foram encerradas; uma média de 7 empresas por dia. Atualmente o Estado tem 217.145 empresas ativas, e 89.140 dessas estão em Campo Grande. 

 

Tópicos