Você está aqui

Espetáculo de dança baseado em obra de Eduardo Galeano vem a Capital nesta quinta

Apresentação ocorre nesta quinta e é gratuita

O jornalista e escritor Eduardo Galeano foi um dos autores sul-americanos cuja produção mais contemplou a representação de todo o contexto histórico e político da América Latina, sobretudo durante os períodos de ditadura. E devido a qualidade de obras como 'As Veias Abertas da América Latina', que questionam e apontam de forma sistêmica como a desigualdade do lado debaixo do Equador que o autor tornou-se célebre entre contestadores do sitema vigente.

Como o coreógrafo Rui Moreira, que com a produtora Humanitas Artes e Cultura, do Rio Grande do Sul, desembarca em Mato Grosso do Sul com 'Patas Arriba': influenciado pela obra de Galeano de mesmo nome, o espetáculo propõem-se num contexto no qual a arte é engajada e busca provocar reflexão sobre como se vive atualmente, sobre as diferenças sociais e desigualdades com as quais diariamente nos deparamos em nosso dia a dia.

O espetáculo chega a Campo Grande após turnê internacional (proporcionada pelo Prêmio Funarte Klauss Vianna de Dança 2015), na Bolívia e Paraguai, e será encenado no Teatro Prosa do Sesc Horto, nesta quinta-feira (19), às 20h, com entrada gratuita. 'Patas Arriba' é traduzido por Rui em obra corporal que provoca a reflexão sobre o que Galeano chama de "direito ao delírio", o direito de sonhar e de mudar o mundo no contexto de um sistema social claramente excludente.

'Patas Arriba'

O espetáculo 'Patas Arriba' (Foto - Andrea Ludwig Cocolichio/Divulgação)

 

Na obra 'Patas Arriba' - La escuela del mundo al revés (De pernas para o ar - a escola do mundo de cabeça para baixo, livremente traduzido do espanhol), Eduardo Galeano decifra as barbaridades dos dias atuais e coloca o processo que nos fez chegar a esse "mundo de cabeça pra baixo". No espetáculo de dança, Rui Moreira recorre às metáforas do autor uruguaio e traduz em movimentos corporais da dança contemporânea e urbana, além das sombras geradas pelos efeitos de iluminação, o que seria estar de "pernas pro ar", sobretudo na proposta de Galeano de "direito ao delírio".

“A iniciativa de ter a dança como mídia para o pensamento do jornalista e escritor uruguaio, Eduardo Galeano, a partir desta obra, propõe um movimento cultural potente que se inicia na cidade de Porto Alegre, extremo sul do Brasil. A mim foi delegado o papel de provocador criativo para concepção de um espetáculo. Assumi esta função a partir de pontos de vista diversos sobre a obra do escritor e interagi com todos. De dançarinos à equipe de arte e de produção. Isso foi uma oportunidade incrível que agradeço profundamente. A concepção de ‘Patas Arriba’ foi um exercício de autoria compartilhada”, afirma Rui Moreira.

A criação do espetáculo foi possível por meio do Prêmio Funarte de Dança Klauss Vianna 2013. Posteriormente, a produtora Humanitas Arte e Cultura, contemplada pela edião de 2015 do Klauss Vianna, iniciou um processo de circulação do espetáculo com o projeto Fronteiras Imaginárias, pelas Regiões Centro-Oeste e Sul do Brasil, em cidades-gêmeas e da faixa de fronteira com Bolívia, Paraguai, Argentina e Uruguai. A circulação abrange cidades nos estados de Mato Grosso do Sul, Paraná e Rio Grande do Sul.

Serviço - 'Patas Arriba' está em cartaz nesta quinta-feira (19), em única apresentação, às 20 horas, no Teatro Prosa do Sesc Horto (rua Anhanduí, 200). A entrada é gratuita. Outras informações pelo telefone (67) 99295-7802 e/ou pelo site www.patasarriba.com.br.  

Ficha técnica 
Direção artística e coreografia: Rui Moreira
Direção executiva: Marise Siqueira
Elenco: Andressa Pereira, Bethány Martínez, Elias Jr., Escobar Júnior, Daniel Cavalheiro e Rodrigo Scherer
Diretora de ensaios: Andréa Spolaor
Iluminação: Maurício Moura e Kyrie Isnardi
Figurinos: Alexandre Silva
Duração: 52 minutos
Produção: Humanitas Arte e Cultura
Realização: Prêmio Funarte Klauss Vianna de Dança 2015

Tópicos