Você está aqui

Sobá sai na frente como prato típico oficial de Campo Grande

Mais de 4 mil leitores votam em enquete no Facebook

  • Sobá, espetinho ou carreteiro: qual prato é mais 'a cara' de Campo Grande (Arquivo Midiamax)

Qual é o seu preferido? O sobá, churrasquinho ou arroz de carreteiro? Estas são as três iguarias culinárias que disputam o título de prato típico 'a cara' de Campo Grande, em concurso lançado na última sexta-feira (21) pela Sectur (Secretaria Municipal de Cultura e Turismo). Com votação apenas pela internet, sendo um voto por CPF, a disputa segue até o dia 21 de janeiro. Mas, o Jornal Midiamax já fez sua pesquisa 'boca de urna' e, pelo menos até a publicação desta matéria, o sobá foi o prato típico preferido dos leitores.

Na pesquisa informal do Midiamax, que foi lançada na própria sexta-feira na nossa fanpage no Facebook, os seguidores poderiam escolher uma reação para indicar que prato prefeririam: 'curti' para o sobá, 'amei' para o espetinho e 'gargalhada' para o carreteiro. Até o momento, o placar é de cerca de 2,3 mil votos para o sobá, contra 1,3 mil do espetinho e apenas 353 votos para o arroz de carreteiro.

Nos comentários, é claro, não faltou quem defendesse o prato de origem japonesa, mas aprimorado na capital sul-mato-grossense. "Claro que tem que ser o sobá né? O sobá não é do Japão, o sobá é daqui! Nenhum além do sobá foi inventado aqui em Campo Grande! O sobá é a marca de Campo Grande, merece ser o prato típico de CG", escreveu uma leitora.

Em pesquisa informal sobá dispara na frente como prato 'a cara' da cidade (Arquivo/Midiamax)

.

"Na minha opinião, tem q ser o sobá. Porque foi incrementado aqui em Campo Grande. E muita gente q vem pra cá e não conhece, fica curioso pra experimentar, e o mais importante: adoram", acrescenta outra.

"Sou de Corumbá. Vivo aqui há algum tempo, mas se tem uma coisa que me lembra Campo Grande em matéria de comida é o sobá, vem na lata. Espetinho e o carreteiro tem em outras cidades, também, mas o sobá praticamente só Campo Grande", aponta outro leitor.

Patrimônio imaterial

Na Feirona, tem até monumento dedicado ao sobá (Arquivo Midiamax)Não é a toa que o sobá esteja em primeiro lugar e que provavelmente deva ganhar a disputa promovida pela Prefeitura de Campo Grande. De tão popular, a sopa de macarrão lámen com carne bovina, ovo e cebolinha tornou-se patrimônio cultural imaterial da cidade em 2006 e tem até um festival gastronômico, tocado pela Afecetur (Associação da Feira Central e Turística de Campo Grande), que faz a gestão da Feira Central, a 'Feirona'. Lá, existe até um monumento dedicado á iguaria, assinado pelo artista Cleir Ávila.

O título se deve porque o prato, apesar da origem japonesa, tem feitio bastante particular que o distingue de sua raíz oriental e imprime a identidade campo-grandense. O sobá transita por todas as tribos da cidade. Prova disso é o número de sobarias espalhadas pelos bairros - pelo menos 80 restaurantes servem sobá, conforme um levantamento de 2011. Até em São Paulo o sobá marca presença em restaurantes especializados no prato, para que campo-grandenses possam matar a saudade!

Votações abertas

O concurso surgiu da necessidade de divulgar institucionalmente a culinária local, a partir da conclusão de que a carne bovina está entre os ingredientes que não faltam na casa dos campo-grandenses. Mas, vale ressaltar que os pratos entram no concurso junto com acompanhamentos, sendo o arroz carreteiro com ovo frito e mandioca frita; espetinho com arroz branco, vinagrete e mandioca amarela e sobá com omelete em tirinhas e cebolinha.

Os votos podem ser feitos no site da Sectur (clique AQUI para participar) até o dia 21 de janeiro e a iguaria vencedora terá divulgação em até 15 dias após o fim da votações. A apuração dos votos será feita por uma equipe formada por duas pessoas da Sectur, uma da Agência Municipal de Tecnologia da Informação e Inovação (Agetec) e três membros de uma comissão.

Tópicos