Você está aqui

Prefeitura vai treinar e contratar servidores para instalar LEDs

Impasse foi resolvido em julho

Com mais de 16 mil lâmpadas LED em contêneires no pátio da Sisep (Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos), a prefeitura estuda formas para iniciar a colocação das lâmpadas mesmo sem recursos em caixa. De acordo com o prefeito Marquinhos Trad (PDS), a dificuldade financeira faz com que não haja prazo para o início e tampouco término das instalações.

No início do mês, o prefeito afirmou que servidores da própria Sisep seriam treinados para instalar as lâmpadas. Aliado a isso, o município abriu processo seletivo, na última sexta-feira (11), para contratar profissionais que auxiliem o processo.

Serão contratados quatro engenheiros, dois arquitetos e seis eletricistas pelo prazo de seis meses. Segundo a prefeitura, eles farão parte de duas equipes da secretaria de Infraestrutura que serão responsáveis pelos trabalhos.

Questionado sobre prazos, Marquinhos disse neste domingo (13) ser impossível estabelecer uma data para que as 16 mil lâmpadas estejam iluminando a cidade. A situação se complicou, segundo ele, em razão da proibição da Justiça em cobrar a taxa de iluminação retroativa.

 “Perdemos R$ 45 milhões [sem a cobrança da Cosip] e agora temos que captar esse valor para fazer a substituição das lâmpadas. Se tivesse a Cosip o prazo seria dezembro, agora o prazo é totalmente indefinido”, disse o prefeito.

As lâmpadas

A autorização para a prefeitura utilizar as lâmpadas LED compradas ainda na gestão Alcides Bernal (PP), mas que tiveram uso impedido pelo TCE (Tribunal de Contas do Estado), saiu no último dia 5 de julho.

Acordo judicial feito entre o município e a empresa Solar Transmissão e Distribuição definiu quebra do contrato, mas permanência das lâmpadas com o município, que pagou R$ 20 milhões pelo material.

Tópicos