Você está aqui

Prefeitura quer tornar Campo Grande destino para turismo de negócios até 2027

Plano de Turismo foi apresentado para o MTur​

O Plano Municipal de Turismo propõe que Campo Grande se torne um destino turístico de referência para eventos e negócios nos próximos dez anos. As metas foram apresentadas na tarde desta segunda-feira (20) para o secretário nacional de Estruturação do Ministério do Turismo, José Antônio Parente em reunião no auditório do Hotel Deville.

A superintendente de Turismo da Sectu, Juliane Salvadori, expos que as diversas propostas do Plano devem ser cumpridas até 2027. "Construímos o Plano Municipal de Turismo juntamente com o Sebrae, Comtur e entidades do trade. Foram mais de 40 reuniões em sete meses de trabalho para definirmos as diretrizes de trabalho. Concluímos um estudo para oferecer estrutura adequada e iniciativas arrojadas para aumentar nosso fluxo de turistas”, explicou Juliane.

Diante das explicações acerca do Plano, o secretário do Mtur reforçou a importância da união do Poder Público com a iniciativa privada para desenvolver o potencial turístico de Campo Grande. “Formatar o Plano mostra que Campo Grande deu um salto muito grande, principalmente pelo fato de ter unido os empresários, a prefeitura e o governo do Estado”, analisou.

Logo após o encontro, o secretário do Ministério do Turismo visitou alguns pontos turísticos da cidade como o Parque das Nações Indígenas, considerado um dos cartões postais da Capital.

Também estiveram presentes na reunião o presidente da Fundação de Turismo de Mato Grosso do Sul Bruno Wendling, Marcelo Mesquita presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotel (ABIH/MS) e do Conselho Municipal de Turismo (Comtur), Leonardo Riul, coordenador de Mapeamento e Gestão Territorial do Ministério do Turismo, Isabela Jornada do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae/MS) e Melissa Tamaciro, do Campo Grande Destination.

Tópicos