Você está aqui

Peg Fácil do Shopping Campo Grande é depredado durante a madrugada

Imagens da câmera de segurança serão analisadas

  • As vidraças amanheceram quebradas nesta segunda-feira.
  • Os funcionários recolheram os cacos de vidro do local e farão reposição.
  • Desempregada, Tatiana Batista teme que ações como esta afetem o preço da tarifa.
  • Nelson classifica a ação como vandalismo .
  • Renata utiliza o transporte público diariamente e também não gostou de ver a destruição do local.

A estação Peg Fácil do Shopping Campo Grande amanheceu com as vidraças destruídas nesta segunda-feira (16). A ação teria ocorrido antes do amanhecer e não há informações sobre os autores.

De acordo com a assessoria de comunicação do Consórcio Guaicurus, empresa responsável pelo transporte público da Capital, o B.O. (Boletim de Ocorrência) por dano já foi registrado e as imagens da câmera de segurança serão analisadas. Funcionários do local informaram que se depararam com os danos ao chegar no trabalho pela manhã e apenas as vidraças foram danificadas. Os funcionários não souberam informar como aconteceu ou se havia seguranças no local.

Entre os usuários, o clima é de revolta pelo dano. Tatiana Batista está desempregada e usa o transporte público de duas a três vezes na semana para sair da Vila Nasser, onde mora, e entregar seus currículos no centro da cidade. Ela se deparou com a destruição das vidraças ao chegar na estação nesta manhã e acredita que os consumidores serão prejudicados. “A estrutura já é precária e agora vai sair do nosso bolso isso aí”, afirma.

Nelson de Souza trabalha numa distribuidora de cervejas e não gostou de ver a destruição do local. Apesar de não utilizar o Peg Fácil com frequência, ele acredita que o Shopping deveria ser um local de lazer e  classifica a ação como vandalismo. A acadêmica de Arquitetura e Urbanismo, Renata Rodrigues, usa ônibus para se deslocar diariamente e também vê a ação como negativa. “Prejudica o consumidor porque, de certa forma, é uma coisa pública. Quem usa o transporte já não tem um carro particular e ainda depredam o pouco que a gente tem”.

O Consórcio Guaicurus informa que as imagens serão encaminhadas à polícia até o fim da tarde. “Ainda não temos as imagens decodificadas, o que está sendo providenciado pelo setor de TI do Consórcio Guaicurus”. O terminal funciona normalmente e a reposição dos vidros quebrados está sendo providenciada.

Tópicos