Você está aqui

Em nova visita surpresa a unidade de saúde, prefeito junta até lixo

Secretário também alterou receitas de pacientes em UPA

  • Secretário trocou receita de pacientes que aguardavam na UPA Vila Almeida (Fotos: Divulgação/PMCG)

Na tarde de ontem, domingo (19), o prefeito Marquinhos Trad (PSD), acompanhado do titular da Sesau (Secretaria Municipal de Saúde), Marcelo Vilela, visitou a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) do Bairro Vila Almeida e até recolheu lixo que encontrou no canteiro em frente ao local. Ele reclamou da falta de educação.

“Não custa atravessar a rua e jogar o lixo numa lixeira que está a menos de 10 metros deste local, onde foram jogadas essas garrafas, no canteiro”, disse o prefeito, fotografado recolhendo material descartado em um canteiro na Avenida Ministro José Linhares, no Bairro Santo Amaro.

Além de cobrar da população sobre o descarte correto do lixo, sob responsabilidade da Solurb, que recebe mensalmente da Prefeitura valores que oscilam de R$ 4 milhões a 9 milhões, Trad destacou os perigos de materiais descartados que podem servir de criadouro para mosquito transmissor da dengue.

A fiscalização do trabalho de limpeza de ruas, feito pela concessionária, também é de responsabilidade do município.

Receita

Durante a vista à UPA, o secretário de saúde, médico de formação, atendeu pacientes que estavam com receitas no saguão da unidade à espera de medicamentos.

“Eu troquei as três receitas pelo nome genérico do medicamento, isso facilita para o paciente encontrar o medicamento na rede pública. E na próxima semana vou soltar um comunicado para que os médicos prescrevam receita de forma que genérica para facilitar para os pacientes”, revelou Vilela.

Marquinhos também vistoriou a farmácia da unidade e, segundo ele, o estoque de medicamentos, que estava zerado, chegou a 75%. O prefeito prometeu para a próxima semana os remédios ainda falta na rede pública.

Tópicos