Você está aqui

Receita apreende quase 1 tonelada de cocaína no Porto de Santos

Superou o montante da droga aprendido em 2016

A pouco mais de um mês do término do ano, a Alfândega da Receita Federal no Porto de Santos interceptou nesta terça-feira (21) 935 quilos de cocaína na iminência de serem despachados para a Europa e superou o montante da droga aprendido em 2016.

Trabalho de monitoramento de cargas e de importadores e exportadores, complementado pelo uso de escâneres e de cão farejador, possibilitou encontrar os 935 quilos do entorpecente em dois contêineres, ocultos entre uma carga de proteína de soja concentrada.

O destino final do carregamento é o Porto de Bilbao, na Espanha, com baldeação em Algeciras, naquele mesmo país. Os dois contêineres nos quais estavam a cocaína fazem parte de um lote de dez cofres de carga. Na primeira inspeção, os agentes da Receita acharam 833 quilos de cocaína.

Com a intensificação das buscas, mais 102 quilos de cocaína foram descobertos no meio das sacas de proteína de soja. A Polícia Federal foi acionada, realizando a apreensão de toda a droga. Por enquanto, ninguém foi preso, sendo instaurado inquérito para identificar os envolvidos na logística do narcotráfico internacional.

A operação desta terça-feira foi a 24ª realizada pela Alfândega neste ano no Porto de Santos, o que já resultou na apreensão de 11.539,69 quilos de cocaína. Em 2016, 22 operações retiraram de circulação 10.622,40 quilos da droga, o que foi considerado, na época, recorde.

As quantidades apreendidas neste ano e em 2016 superam em muito as registradas em 2013 (1.672 quilos, em 11 operações), 2014 (435,2 quilos, em quatro operações) e 2015 (1.049,8 quilos, em cinco operações).

Tópicos