Você está aqui

Polícia Federal prende dois homens em São Paulo por pornografia infantil

Apreensão será usada para identificar outros envolvidos

Dois homens foram presos em flagrante nesta terça-feira (28), na Operação Rescaldo da Polícia Federal para reprimir pornografia infantil. A operação investiga a troca de arquivos pela internet e a utilização de aplicativos de celulares para veicular imagens e vídeos com crianças e adolescentes em cenas de sexo explícito.

Os detidos estavam com material pornográfico envolvendo menores de 18 anos. A apreensão será encaminhada para a perícia para identificar outros usuários que compartilharam as imagens. As investigações buscam usuários da internet que utilizam ambientes como a deep web (parte da internet usada para fazer transações ilegais), WhatsApp e Kiwi para cometer o crime.

Foram cumpridos cinco mandados de busca e apreensão em São Paulo, nos bairros Capão Redondo e Vila Esmeralda, além das cidades de Araçariguama e Guarulhos. A operação recolheu computadores, HDs, celulares e mídias de armazenamento. Por meio da perícia, a polícia quer quebrar criptografias para localizar imagens e vídeos criminosos.

De acordo com a Polícia Federal, a posse de conteúdo pornográfico infantil está sujeita a prisão pelo período de um a quatro anos, além de multa.

Tópicos