Você está aqui

Jovem mira em rival, atira e mata cliente por engano

Delegado acredita que 'erro' esteja relacionado à estrabismo da autora

Leonice Moreira de Sousa, 23 anos, foi presa acusada de matar José Paixão dos Santos, em um bar na periferia de Goiânia, Goiás. A mulher com apelido de 'Vesga', teria mirado em uma pessoa mas acertou outra por engano, conforme informações do delegado.

De acordo com informações do Uol, o caso teria acontecido em março, mas só veio à tona agora, após a prisão do irmão da suposta autora. Maico Douglas, estaria foragido e foi encontrado no Mato Grosso.

A mulher teria afirmado que o disparo que acertou e matou José foi feito pelo irmão, que já tem passagem pela polícia por tráfico de drogas.

O delegado Dannilo Proto, da Delegacia de Homicídios de Goiânia, acredita que o disparo tenha sido feito por Leonice. "Por ela ter esse problema de visão, ela mirou na moça que era rival dela e acabou acertando um senhor de 59 anos que não tinha nada a ver com o caso", contou.

Leonice teria discutido com a mulher no bar, e as duas teriam chegado às vias de fato. Logo depois, a suposta autoria teria ido para casa e voltou ao local acompanhada do irmão, ambos armados, segundo Dannilo. Foram disparados seis tiros, um deles teria acertado o homem que morreu na hora.

A possibilidade de embriaguez da autora, foi rejeitada pelo delegado já que a mesma teria acabado de chegar no bar. Uma perícia foi solicitada para identificar de onde teria saído o disparo que acertou a vítima.

Ainda conforme o Uol, Leonice  está detida desde o dia 16 de março no 14.º DP, enquanto ele foi detido na semana passada. Os dois vão responder por homicídio qualificado, podendo pegar até 30 anos de prisão.

 

Tópicos