Você está aqui

Esposa acusa meia do Atlético-PR de tentativa de homicídio

No último dia 8 de dezembro, em Curitiba

A esposa do meia Lucho González relatou nesta ao jornal português Correio da Manhã , que o jogador argentino tentou matá-la no último dia 8 de dezembro, em Curitiba, no Brasil. Em depoimento entregue à Polícia, o atleta nega todas as acusações.

Andreia Marques é casada com o jogador desde 2014. Segundo ela, tudo começou numa discussão, que partiu logo para consecutivas agressões de Lucho e até uma tentativa de homicídio na frente dos dois filhos, de sete e de dois anos.

"Nós discutimos e ele me empurrou várias vezes. Depois, me atirou na cama e apertou meu pescoço com as duas mãos e dizia: 'eu vou te matar'. Fiquei toda pisada e com os pulsos todos cortados. Depois, me pendurou na janela, chamou os nossos filhos e disse: 'venham ver sua mãe louca morrendo'. Ele também agrediu o Matteo, que pedia para parar. Pegou ele num braço e o atirou no chão", declarou Andreia Marques, em entrevista concedida ao jornal português.

Por outro lado, em depoimento entregue a Polícia, do Paraná, o meia argentino negou todas as acusações. Além disso, ele afirmou que a esposa estava transtornada e sob a suspeita de efeitos de substâncias entorpecentes. Lucho teria percebido que ela estava com passaportes no bolso e, ao questiona-lá, a situação saiu do controle, com ela se negando a explicar o motivo. Após isso, a esposa foi ao quarto do filho, no segundo andar da residência, onde teria ameaçado se jogar, desistindo após uma discussão com o marido e intervenção da babá. Ele ainda relata que os cortes no pulso teriam sido causados pela própria Andréa, depois que ele deixou a residência.

Para reforçar a tese do jogador, uma funcionária do casal prestou depoimento para a Polícia Civil do Paraná e alegou que a esposa de Lucho faz uso de medicamentos antidepressivos e chegou em casa após um dia desaparecida, quando subiu até a varanda do quarto do filho e se debruçou sobre o parapeito, ameaçando se jogar.

Segundo a funcionária, após isso, houve uma discussão e Lucho deixou a residência, indo para um hotel para acalmar os ânimos. De acordo com o depoimento, após a saída do jogador, Andrea Marques teria quebrado objetos da casa e cortado o pulso, passando a dizer que o marido tinha tentado matá-la.


Lucho tem contrato com o Atlético-PR até dezembro deste ano e o clube já havia antecipado que não renovaria o vínculo com o atleta.

 

 

 

 

 

Tópicos