Você está aqui

América e Paraná ficam no empate e deixam Inter distanciar

Resultado pode ser considerado ruim para o América

O Inter venceu o Criciúma. Já em Belo Horizonte, na noite deste sábado, em outra rodada interessante da turma do G4 da Série B do Brasileirão, América e Paraná ficaram no empate, por 1 a 1, resultado que deixa a tabela da mesma maneira, mas com o Colorado mais distante.

O Ceará também empatou. Portanto, a igualdade em Belo Horizonte faz permanecer o Inter na liderança, com 61 pontos, o Coelho na vice com 56 tentos, o cearenses na terceira colocação com 55 e o Paraná na quarta posição com 53.

Jogando em Belo Horizonte, o resultado pode ser considerado ruim para o América. Porém, diante das dificuldades impostas pelo adversário, além de sair atrás do marcador, o resultado foi considerado pelo grupo alviverde quase como um triunfo. O Paraná passou a maior parte do tempo na defesa, organizado e saindo apenas quando não seria prejudicado.

O América volta a campo no próximo sábado, em duelo mineiro da série B. O time de Enderson Moreira enfrenta o Boa Esporte, em Varginha, às 16h30 (de Brasília). Já o Paraná recebe o Villa Nova, no Durival de Britto, na terça, às 21h30.

Primeiro tempo

O duelo começou bastante equilibrado no Independência. Tanto América quanto Paraná se estudavam bastante e o duelo se tornava menos emocional e mais racional. O jogo foi tático, com pouca criatividade. O resultado disso foi a pouca efetividade dos goleiros em campo.

Aos 28 minutos de jogo o Paraná conseguiu seu gol. Em cobrança de pênalti, após Pará derrubar Vitor Feijão - em lance questionável - João Pedro colocou no fundo das redes.

O tento anotado pelo Paraná mostrou, sobretudo, que o placar, até então, era "mentiroso". O pênalti foi o único chute da equipe paranaense contra a meta de João Ricardo.

Por outro lado, o grupo mineiro encontrava dificuldades para penetrar na defesa adversária. Isso porque as linhas armadas pelo técnico Matheus Costa eram bem trabalhadas que impunham dificuldades para a criação do Coelho.

Segundo tempo

Na volta para o segundo tempo, o América seguiu superior. O clube paranista se defendia mais, apostando mais em suas linhas defensivas e esquecendo o jogo ofensivo.

Isso durou até os 22 minutos, quando Luan entrou pela esquerda, na área, tirou o goleiro do lance, mas foi tocado com o joelho do arqueiro e sofreu o pênalti. Na cobrança, Bill mandou para o fundo das redes e igualou a contagem.

Após o tento o Paraná arriscou sair mais. Aos 31 minutos, em cruzamento na área e Vitor Feijão apareceu sozinho para mandar para o fundo das redes. O auxiliar número dois, porém, apontou impedimento. Mesmo com as saídas, o Coelho não conseguiu mais gols e o time visitante entendeu que o resultado era interessante, seguindo com sua estratégia defensiva bem armada. Diante disso, o empate seguiu até o apito final.

Tópicos