[BASTIDORES] Mesmo fora da gestão, articulador político é figura comum no governo

Deputado como Eduardo na festa com a Mônica no começo do namoro

Atuando

Mesmo exonerado do cargo de secretário de Estado, o ex-chefe da Casa Civil do governo de Reinaldo Azambuja (PSDB) é figura presente no governo. É comum vê-lo em reuniões políticas com prefeitos do interior, desempenhando função semelhante à que exercia quando era o poderoso secretário tucano.

Articulador

O novo articular político do governo Azambuja, ao menos na teoria, o secretário de governo Eduardo Riedel, mostrou sua capacidade diálogo e, está semana, além de se reunir com o presidente Michel Temer (PMDB), terá encontros seguidos com o super-produtor rural e ministro da agricultura, Blairo Maggi. A intenção é mostrar a força e qualidade da carne produzida em MS.

Festa estranha...

Lembra da música Eduardo e Mônica? Pois bem, teve deputado (de partido conservado de direita) que não se sentiu bem na audiência convocada por um colega petista para discutir a reforma da previdência.

...gente esquisita

“Vim na audiência pública sobre a reforma da previdência e me senti mal. Um povo com conversa estranha, e em determinado momento gritaram ‘fora Temer’. Na primeira oportunidade fui embora. Evento totalmente de esquerda e não era esse o intuito”, disparou o parlamentar.

CPI

Após a audiência em questão, seu proponente, deputado Amarildo Cruz (PT), afirmou que acredita que conseguirá número suficiente de assinaturas para propor a criação de uma CPI da previdência estadual.

Rombo?

“Temos que saber se há de fato um rombo e se sim como isso surgiu”, frisou Amarildo, o autor da audiência que, para seu colega, mais parecia a festa que a Mônica levou o Eduardo, e que o Renato Russo tão bem cantou (e contou).

E a sessão?

Tem parlamentar que não aparece na sessão, mas depois é visto na sala vip, à espera do presidente para conversar ao final dos trabalhos legislativos ordinários.

Procura

O presidente da Assembleia, inclusive, deputado Junior Mochi (PMDB), deixou muito servidor da Casa preocupado com futuro, depois de anunciar que todos comissionados serão demitidos, mas nem todos recontratados. Nos bastidores começaram as apostas e a confecção de currículos.

Limpinho

Desde de segunda-feira Marquinhos Trad cumpre agenda para entrega de uniformes na rede municipal de ensino. Em todas as ocasiões há equipe da Solurb cuidando da limpeza dos locais. Alguns pais chegaram a comentar que, embora a entrega dos uniformes esteja atrasada, ao menos as escolas ficam limpas quando o prefeito aparece.

Pidões

Nas andanças pelos bairros o que não falta é gente fazendo pedidos. Até concursado que aguarda convocação esperou o prefeito Marquinhos Trad terminar a entrega dos uniformes para abordá-lo. Alguns servidores também aproveitaram a presença do chefe do Executivo para fazer pedido. Um deles chegou a admitir que todos usam da prática para serem atendidos, mas, mesmo assim, não deixou pedir também.

 

Tópicos

[BATIDORES] Passou em concurso da Prefeitura? Comissão da Câmara quer saber o que fazer

Assembleia Legislativa pode seguir Senado e criar CPI da Previdência

Concurso

A comissão de Finanças e Orçamento da Câmara, presidida pelo vereador Eduardo Romero (REDE), vai reunir cidadãos aprovados em concursos da Prefeitura de Campo Grande que ainda não foram chamados para tomar posse.

Posse

Centenas foram aprovados no concurso realizado no começo de 2016, cujo resultado foi publicado no dia 30 de junho do ano passado. A comissão, que ainda tem João César Mattogrosso (PSDB), Júnior Longo (PSDB), Betinho (PRB) e Dharleng Campos (PP), quer entender o atraso na convocação.

CPI

O deputado Amarildo Cruz (PT) disse que dependendo de como o Executivo enviar o projeto de reforma da previdência, a Casa poderá seguir o exemplo do Senado e propor a criação de uma CPI sobre o tema.

Reduzido

O deputado Lídio Lopes (PEN) questionou o presidente da CCJ, Beto Pereira (PSDB), porque havia ficado com apenas uma das matérias distribuídas aos cinco membros da comissão. “Estou sendo excluído?”, questionou.

Também

“Estou sendo excluído também”, brincou Beto, que recentemente disputou com Lídio o comando da mais importante comissão da Casa, e revelou que ele também ficou com um projeto.

De volta

O deputado Eduardo Rocha (PMDB) reapareceu na Assembleia Legislativa, de muletas após cirurgia no joelho. Ele disse que não venceu a licença, mas não aguentou mais ficar em casa.

Precavido

Mesmo com garçons a todo tempo no plenário da Assembleia, tem deputado que está levando sua garrafinha de água e segundo comentários dos bastidores, seria uma embalagem que elimina o cloro da água.

Café

A analogia sobre a limpeza do café derramado não ser da responsabilidade de quem o derramou reflete até mesmo no trato com os colegas menos remunerados, tratados como invisíveis AA quem tudo deveria perceber.

Rapidão

Querendo morar em cidade maior que a sua, vale até mesmo o esforço de combater as estatísticas de aplicativos afirmando que a distância é percorrida em 22 minutos e diminuí-la a 15 minutos.

Furar a fila

Nada como a promessa de dias melhores para que todos façam vista grossa até mesmo a quem paga parar furar fila. Mesmo que em hospital particular.

Tópicos

[BASTIDORES] Entrega discreta de equipamentos entre aliados

Uniforme de ‘grife’ serviu de exemplo para a Reme

Entrega

Na manhã desta segunda-feira (27), o ex-governador André Puccinelli (PMDB), prestigiou, e discursou, na entrega de quatro caminhões da Funasa, que deverão ser utilizados na perfuração de poços nas comunidades rurais do Estado.

Companhia

Chamou a atenção a presença de parlamentares aliados do ex-governador, como os peemedebistas senador Waldemir Moka, deputado federal Carlos Marun, deputado estadual Marcio Fernandes, além de Tereza Cristina, deputada federal pelo PSB.

Exclusão

Ao divulgar sua presença no evento, a assessoria de Moka, diferente de outros aliados, cortou das fotos a figura de André Puccinelli.

Investimento

No total a União investiu R$ 2,7 milhões com os equipamentos entregues na sede regional da Funasa. Entre as autoridades presentes não estavam representantes do governo de Reinaldo Azambuja (PSDB).

Assentamentos

A ausência de representantes da gestão Azambuja foi sentida, principalmente, porque o equipamento servirá para furar poços e fornecer água a famílias de assentamentos atendidos pelo governo estadual.

Exemplo

Durante a entrega dos uniformes da rede municipal de ensino, o prefeito Marquinhos Trad (PSD), revelou que usou o uniforme de uma escola particular onde estuda de suas quatro filhas como exemplo para confeccionar as camisetas e shorts distribuídos aos alunos da Capital.

Igual

“Peguei o modelo e fiz igual”, revelou Marquinhos a alunos e professores, durante agenda em uma escola municipal na região do Bairro Nova Lima.

Batedores

Chamou a atenção durante a agenda do prefeito dois Guardas Municipais fazendo a escolta do Chefe do Executivo Municipal em duas motocicletas.

Ninho

Um grupo de políticos tucanos, o secretário de Estado Carlos Alberto de Assis, o deputado estadual Beto Pereira, o vereador João Cesar Mattogrosso, além do senador Pedro Chaves (PSC), posaram para fotos durante uma partida de futebol no Jardim Aero Rancho.

Mudanças

Algumas mudanças a serem feitas após a conclusão da reforma administrativa da Assembleia Legislativa do Estado devem interferir na competência de algumas funções da Casa, entre elas a da secretaria responsável pela comunicação.

 

Tópicos

[BASTIDORES] Até parlamentares aliados estranharam séquito de governador no Morenão

Clássico Comerário reuniu políticos na Capital

Séquito

O grande número de secretários, assessores, servidores, deputados e até vereadores na comitiva que chegaram ao Estádio Morenão, durante o clássico entre Comercial e Operário, esta semana na Capital, ao lado do governador Reinaldo Azambuja (PSDB), chamou atenção da classe política.

Puxas

“Alguém contou quantos puxa-sacos tinha lá?”, questionou um parlamentar tucano que não assistiu ao jogo ao lado do Chefe do Executivo Estadual.

Ação

Com apoio da gestão estadual, a Fundesporte tem feito ações de entretenimento para tentar atrair mais públicos ao Morenão durante as partidas do campeonato sul-mato-grossense de futebol.

Acessível

Com dificuldades de se manter no cargo e pouca possibilidade de ser reconduzido, a nova prática adotada é o de expandir seu enfadonho discurso em meios mais populares. Afinal de contas, quem não é visto não é lembrado.

Na conta

Não entra nem na ponta do lápis que quantidade de recursos para quem os segura é maior do que investimentos que deveriam ser feitos em benefício da maioria

Risco

Com a ameaça de Paulo Siufi (PMDB) de deixar a base aliado depois de um suposto desentendimento com o vice-líder do governo, Beto Pereira (PSDB), pode atrapalhar os planos de aprovação da PEC que estipula um teto de gastos para os poderes estaduais.

Números

Com cinco votos já declarados contrários à proposta, a prerrogativa de Junior Mochi do chamado voto minerva, se Siufi deixar a base sobrariam 16 deputados na base, o número para aprovação de uma PEC em plenário.

Celebridades

Alguns servidores mais antigos da Câmara tem procurado a imprensa que cobre as sessões ordinárias da Casa, para questionar a postura dos novos vereadores, que buscam a todo instante, inclusive durante discussão de projetos, ‘aparecer’ nas redes sociais. Resta saber o que o eleitor acha de interagir com seu representante durante o horário da sessão.

Vista

Depois do convite feito pela Presidência da República para aparecer ao lado do presidente Michel Temer (PMDB) no anúncio de mudanças na reforma da previdência, o deputado Carlos Marun, também do PMDB, tem ganhado destaque parlamentar e integrado grupo seleto de aliados do governo Federal.

Convite

À convite de Rodrigo Maia (DEM-RJ), presidente a Câmara, Marun jantou com alguns poucos parlamentares e representantes do governo libanês na embaixada do país árabe no Brasil. O peemedebista também foi convidado para festinha restrita em Brasília, de comemoração ao aniversário da  Tunísia. 

Tópicos

[BASTIDORES] A carne é boa: não dá dor de barriga e faz churrasco

Sul-mato-grossense aliado de Temer brincou com comitiva de embaixadores

Carne boa

O deputado federal Carlos Marun (PMDB), que se encontrou com embaixadores de 42 países árabes, ao lado do ministro de Relações Exteriores, Aloysio Nunes (PSDB), mostrou que está com o humor e o apetite em dia.

Boa saúde

“Sou grande consumidor de carne, tanto assada no forno quanto crua na forma de kibe, e nunca vi ninguém sentir sequer uma dor de barriga por se alimentar com a carne brasileira”, brincou Marun com os embaixadores.

Convite

O escândalo da carne, deflagrado pela Operação Carne Fraca, repercutiu também na Câmara da Capital. O pecuarista Chico Maia, ex-vereador e ex-presidente da Acrissul, visitou os vereadores e falou sobre a qualidade da carne.

Churrasco

Após a fala do pecuarista, o líder do prefeito na Câmara, vereador Chiquinho Telles (PSD), achou uma forma boa de Maia provar a qualidade alegada da carne brasileira: fazer um churrasco e convidar os nobres edis.

Live

Vereadores tucanos estão curtindo a exposição que o mandato tem lhes conferido. Um deles, ao lado dos colegas, tem feitos transmissões ao vivo nas redes sociais durante as sessões. E convida parlamentares para aparecer na ‘live’.

Precaução

Enquanto isso, tem vereadora de primeiro mandato receosa quanto à exposição. Ela guarda o celular na gaveta após usá-lo com muito cuidado na sessão.

Certeza

O deputado estadual Flávio Kayatt (PSDB) descarta disputar a reeleição, no próximo ano para a Assembleia, já que acredita piamente que sua vaga no Tribunal de Contas do Estado está assegurada e, segundo ele, sai ainda em 2017.

Defensor

Depois de revelar que recebeu uma ameaça do vice-líder do governo na Assembleia (Beto Pereira, PSDB), o deputado Paulo Siufi (PMDB), revelou que tem cumprindo seu papel de aliado do governador na Casa.

Esvaziada

Ele contou que num dia em que não havia nenhum deputado tucano ou da base aliada, coube a ele defender o governo Azambuja de ataques feitos pela oposição. “No outro dia vossa excelência veio me agradecer por ter feito a defesa”, lembrou Siufi a Rinaldo.

Empolgação

Tucano classificou a atuação de Siufi na Assembleia de ‘empolgação’. Outro governista disse que ele quer um ‘parlamento mais dinâmico e efetivo’. “Ele está achando que está na Câmara (da Capital)”, disparou outro parlamentar do ninho. 

Tópicos

[BASTIDORES] Mesmo fora do governo, articular político mantém agenda intensa

Homenagem curiosa e inusitada revelada na Assembleia

Articulando

O ex-secretário da Casa Civil, Sérgio de Paula, tesoureiro da executiva estadual do PSDB, mantém intensa agenda de contato com prefeitos e parlamentares.E continua, dizem tucanos, orientando os coordenadores regionais, agora oficialmente sob batuta de Nelson Cintra. 

Festa

A chegada de Sérgio ao comando do partido, que ainda permanece sob a presidência de Marcio Monteiro, mereceu até festinha no ninho tucano, com direito a bolo e promessas para reeleição de Reinaldo Azambuja

Homenagem 1

Ao defender a PEC do teto dos gastos no plenário da Assembleia Legislativa, o líder do governo na Casa, deputado Rinaldo Modesto (PSDB), fez uma revelação curiosa ao falar da diminuição de secretarias de Estado, como medida de contencao de despesas.

Homenagem 2

Rinaldo lembrou o governo reduziu, ainda em 2014, de 15 para 13 secretarias. “Em apologia, em homenagem ao partido que vossa excelência faz parte”, disparou o tucano.

Exemplo

O líder do governo estava inspirado em lembrar do PT. Segundo ele, o governo passa por uma crise ‘nunca antes vista na história do país’, usando o mesmo jargão do ex-presidente Lula.

Confusão

Os vereadores têm se confundido quando vão ler requerimentos na Câmara Municipal. Vez ou outra sai um ‘Nelsinho Trad’, porém a confusão maior é quanto ao nome duplo do atual prefeito, Marcos Marcelo Trad. Uns dizem Marcelo Trad, outros Marcelo Marquinhos e por aí vai.

Contrário

O deputado Mauricio Picarelli (PEC)  foi chamado para dar entrevista durante a sessão na Assembleia e brincou que falaria apenas sobre um determinado tema. “Se for para falar mal do PT eu vou, caso contrário não”, disparou.

Voltaremos

Além da bancada petista, o deputado Lídio Lopes (PEN) foi contra a PEC do teto de gastos, que agora será analisada por uma comissão da Casa. Ou seja, os parlamentares vão analisar os detalhes da proposta do governo, que pode congelar investimentos em determinadas áreas, se a receita do Estado não aumentar.

Promessa

“Por enquanto são só cinco votos contrários, vamos ver até a segunda votação”, afirmou Lídio, que espera convencer mais colegas de que a PEC é realmente ‘do fim do mundo’.

Garantia

Os aliados do governo queriam garantir quorum para aprovar a PEC em 1ª votação. “Se algum deputado sair, você segura”, brincou Beto Pereira (PSDB), o vice-líder do governo, com um assessor. Na terça-feira (21), o projeto foi retirada da pauta de votações pois não haviam 16 deputados, 2/3 da Casa, de aliados na sessão.

Tópicos

[BASTIDORES] Declarações politicamente incorretas no legislativo

Vereador deu mau exemplo ao desconhecer seu papel

Racismo

Vereador de segundo mandato mandou mal ao afirmar que racismo, debatido na sessão de ontem, terça-feira (21), não era assunto para ser discutido ali.

Discriminação

No dia internacional de eliminação da discriminação racial, a alegação do vereador foi a pior possível. “Não dá voto”, disparou o parlamentar sobre a discussão de racismo que acontecia naquele momento na Câmara.

Emenda...

Também chamou atenção a declaração do diretor-presidente da Funsat, Cleiton Franco, ao comparar serviços públicos com sua casa. “Porque vou pagar alguém para fazer café para mim se a minha mulher pode fazer?”, disse.  

...soneto

A reparação não foi das melhores. “Não sou machista não, tanto é que tenho quatro mulheres em casa, minha esposa, minhas duas filhas e minha cachorra”, defendeu-se.

Mui amigo

Cleiton ao se referir ao ‘amigo’ Vinicius Siqueira (DEM) esqueceu o nome do parlamentar, e disse que o ‘aquele gordinho’ (apontando para o democrata) faria emendas ao projeto que ele havia levado à Câmara.

Voto

Mesmo antes de ser retirado a PEC dos gastos do governo estadual, Pedro Kemp, petista, já havia dito que ele e toda a bancada serão contra e iam brigar até o último momento na apreciação desta matéria. A mesma está prevista para ser apreciada nesta quarta-feira. Líder do governo retirou da pauta por falta de votos favoráveis.

Aliados?

Dos ausentes na sessão, Grazielle Machado (PR) é recém chegada à base, e seu colega de bancada, Paulo Corrêa, chegou a fazer críticas ao governo durante a campanha passada. Os outros dois faltantes, Eduardo Rocha e Antonieta Amorim, são do PMDB, que ameaça disputar contra os tucanos o próximo pleito.

Quem?

Com passagem meteórica pelo poder e se agarrando como pode nas oportunidades foi visto tentando ser percebido, mas sem sucesso. Disposto a dar abraços, foi pouco procurado.

Ele

O vice-líder do governo na Assembleia, deputado Beto Pereira (PSDB), ganhou preferência da imprensa, em determinado momento, para explicar um projeto de interesse do Executivo. O líder, Rinaldo Modesto (PSDB), quis verificar as declarações do colega.

De novo

Após a entrevista de Pereira, alguém indicou o líder para falar. “A mesma coisa?”, questionou o vice-líder. 

Tópicos

[BASTIDORES] À exemplo do tucano paulista com pompa de presidenciável

Encontro de tucanos nos altos da Afonso Pena

Gari

A exposição midiática do prefeito de São Paulo, o tucano João Dória, se vestindo de gari e ajudando na limpeza da Capital paulista pelo jeito fez escola. No último domingo, o prefeito Marquinhos Trad (PSD) recolheu garrafas jogadas no canteiro em frente à UPA Vila Almeida, e  sua assessoria publicou as fotos do prefeito recolhendo o lixo.

Montante

Durante o início das obras no cruzamento das avenidas Mato Grosso e Via Park, Marquinhos destacou o valor para por fim aos congestionamentos na região, R$ 1,6 milhão, quase 30 vezes menor do que a construção de um viaduto, segundo ele de quase R$ 25 milhões.

Demora

Além da chuva, a demora na entrega de alguns projetos técnicos por parte de profissionais de engenharia da Sisep (Secretaria Municipal de obras), tem atrasado o recapeamento de algumas vias.

Pretensão

Recém eleito para Câmara da Capital, o vereador Papy (SD) já externou ao partido a vontade de disputar as próximas eleições. Animado com o resultado das urnas, o político quer ser candidato a deputado federal.

Prazer

Os governadores de Mato Grosso do Sul e Mato Grosso, Reinaldo Azambuja e Pedro Taques, ambos do PSDB, rasgaram elogios mútuos durante agenda na manhã de ontem, segunda-feira (20), em Campo Grande. “É um prazer tê-lo aqui neste ano que iremos comemorar 40 anos de criação do nosso Estado”, disse o sul-mato-grossense.

Honra

“É sempre uma honra estar aqui em Mato Grosso do Sul, na Capital, pois além de poder ver toda essa avenida Afonso Pena em toda a sua extensão, podemos nos encontrar e tratar de assuntos de muita relevância”, respondeu Taques.

Parceria

Reinaldo revelou que os dois Estados estudam elaborar uma mesma legislação para a pesca e assuntos ambientais, já que alguns rios, como o Paraguai, cortam os dois Estados.

Ausência dupla

A Executiva regional do PMDB se reuniu ontem pela manhã na Capital, e duas ausência foram sentidas e explicadas pelo presidente da sigla, deputado Junior Mochi.

Recuperação

O peemedebista disse que a senadora Simone Tebet não esteve na reunião para acompanhar a recuperação do marido, o deputado estadual Eduardo Rocha, que se recupera em São Paulo de uma cirurgia no joelho.

Festa

Petistas sul-mato-grossenses encheram as redes sociais com fotos e vídeos da prestigiada passagem do ex-presidente Lula pelo nordeste, durante o ato classificado como ‘inauguração popular’ da transposição do Rio São Francisco. Michel Temer (PMDB) esteve, dias antes, na mesma cidade paraibana sem despertar nada mais do que vaias e alguns aplausos dos nordestinos. 

Tópicos

[BASTIDORES] Declarações curiosas de números e dados históricos

Combinação entre secretários para evitar desinformação


Será?

Durante a solenidade do decreto de reestruturação do novo organograma do governo estadual, com redução de secretarias, o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) fez uma afirmação curiosa. “O Estado está mais eficiente na maior crise da história da República”.

Antigo

A proclamação da República aconteceu em 1889, há 128 anos, e neste período os brasileiros já conviveram com períodos de recessão e inflação que não deixaram saudades.

Alto

Azambuja também exponenciou números ao falar sobre o número de vagas no sistema prisional de Mato Grosso do Sul. Em coletiva, o tucano disse que existem 7,5 mil vagas nos presídios do Estado.

40 anos

“Vamos abrir 3,5 mil vagas em um mandato, muito mais do que feito praticamente nos 40 últimos anos”, disparou o governador. Segundo a Sejusp (Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública), a maça carcerária do Estado é de cerca de 15 mil presos.

A mesma

Reinaldo também disse que o governo tem a mesma receita há três anos. “Governar na bonança é fácil, estamos governando praticamente com a mesma receita de 2014 e fazendo entregas”, disparou.

Diálogos

E na série de diálogos que nunca morrem, anda ainda vigente a frase de um dos esquemas mais escandalosos do Estado sobre as nossa confiança nos supostos ilibados: “Devagarzinho, mas aceita”.

No bolso

Mão escondida no bolso sugere, entre gama de significados, transmitir a comunicação de que algo está sendo escondido. Apesar de todos já saberem

Cada um na sua

Ao ser questionado sobre como irá decorrer as demissões do governo Estadual, dentro da reforma Administrativa, o secretário de Administração Carlos Alberto de Assis, não quis comentar e disse para falar com o colega Eduardo Riedel, secretário de Governo. "Combinamos para ele falar para não ser divulgado números diferentes", disse.

Apreensivos

Em meio a aproximação das exonerações de comissionados da Assembleia Legislativa, por conta da reforma administrativa da Casa, o que se houve pelos corredores são funcionários com medo e já pensando em distribuir currículos. Alguns chegam a dizer que vão deixar a profissão se forem exonerados.

Pai

Para o deputado Pedro Kemp (PT), com relação a lista de Rodrigo Janot, que está prestes a ser divulgada, o fato desmente quem acredita e diz que o PT é o pai da corrupção. Segundo ele, o que veio a tona com essa decisão de Janot e das delações deixa evidente de que a corrupção durante campanha eleitoral envolve todos os partidos.

Tópicos

[BASTIDORES] Chamada oral para expor votos

Vereador não deu bom exemplo ao apresentar pedido à Mesa Diretora

Influência

Embora o regimento da Câmara Municipal não permita manifestações como palmas e vaias, a vereadora Dharleng Campos (PP) pediu que a ‘plateia’ na Casa de Leis se manifestasse quando o voto era contrário à moção de repúdio proposta pelo colega de bancada Valdir Gomes (PP) contra o deputado federal Carlos Marun (PMDB).

Candidato

Ainda durante a movimentação antes da votação da moção de repúdio, o vereador Papy (SD) aproveitou para brincar. Ele pediu a Valdir Gomes (PP) que vote nele para deputado federal ao invés de votar em Carlos Marun (PMDB) na eleição de 2018.

Fazer o que

Durante a sessão na Câmara, o vereador Ayrton Araújo (PT), precisou fazer algo que não é de seu agrado, ao apresentar, à Mesa Diretora da Casa, uma moção de pesar.

É o jeito

“Não gosto de ler muito, mas vai ter que cumprir com essa...”, disse o vereador no microfone da Câmara, sem completar a frase.

Votação

 A PEC do teto deve ser votada em primeira na próxima terça-feira (21). a proposta está na Casa há semanas e somente agora será apreciado em plenário, pois ao chegar na CCJ foi pedido vista. A matéria ainda recebeu votos contrários dos deputados Pedro Kemp (PT) e Lidio Lopes (PEN).

Próximo passo

Após esta primeira apreciação as bancadas da Casa irão indicar membros para se formar uma Comissão Especial para analisar o mérito PEC, só após o relatório do grupo, a proposta será analisada em plenário  para apreciação do parecer e então ser votado em segunda.

Enfim

O governo estadual prepara um evento para assinatura da ordem de serviço para reforma da ponte que caiu no começo de 2016, na MS-382 no município de Guia Lopes da Laguna.

Repercussão

A queda da ponte, em efeito dominó após um período intenso de chuvas, foi filmada e repercutiu até fora de Mato Grosso do Sul. O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) irá pessoalmente a Guia Lopes.

Saindo pelo ladrão

Reformas de fato necessárias são deixadas de lado em órgão que se propõe a fazer reunião com servidores e deixa muitos de fora por falta de espaço

Qualidade?

Recém-reformada, instalação nada suntuosa para uso comum já apresenta problemas pela qualidade do material usado.

Tópicos

App MidiaMax disponível para Download

Fique conectado a partir do seu celular!

Clique e faça download agora mesmo