Midiamax
BUSCA: 
 Capa

 Últimas Notícias

 Pimenta no Reino

 Bastidores

 Transparência

 Política

 Polícia

 Emprego

 Tecnologia

 Esportes

 Geral

 Mundo

 Brasil

 Agronegócio

 Economia

 Cultura

 Cinema

 Entretenimento
Articulistas






Espaço do Leitor
Espaço do leitor
Blogs
 Alex Fraga

 Ana Cavalheiro

 Cozinha de Raízes

 Eugênia Amaral

 Falo Blogo Escrevo

 Festas e Eventos

 João Campos Online

 Papo de Pregão
 Fernando Soares
Mais Lidas
01 Rapaz é morto com mais de 15 facadas pelo ex-namorado da mulher no Aero Rancho

02 Candidatos ao governo de MS duelam no segundo debate realizado pelo Jornal Midiamax

03 Pai do cantor sertanejo João Bosco sofre acidente e fica ferido no interior de MS

04 Menino de 7 anos apanha na saída da escola e diz para a mãe que 'bateu em árvore'

05 CONFIRA: quatro concursos públicos estão com inscrições abertas

Acesso Fácil
Faça da Midiamax sua página inicial

08/05/2012 13:34

Em recuperação judicial, CGR Engenharia recebe outro aditivo em contrato de R$ 25 milhões

Aumentar texto Diminuir texto

A Agesul (Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos) publicou no diário oficial de hoje (8), o 3º termo aditivo do contrato avaliado em R$ 25,928 milhões, firmado com a empresa CGR Engenharia Ltda, em 10 de agosto de 2010 – quatro meses antes da empresa entrar com pedido de recuperação judicial. O termo prorroga a execução da pavimentação por mais 120 dias, a contar de 22 de abril de 2012.

O contrato milionário, Nº 004/2010, Nº Cadastral 0387/2010-AGESUL, Processo nº 19/100.064/2010, é referente à pavimentação de 32,573 quilômetros da Rodovia MS 306 – localizada no entroncamento MS 316 (Gaúcho Pobre) e entroncamento MS 223 (Cantina), Lote III. A duração inicial era de 330 dias consecutivos.

Contudo, em agosto de 2011, recebeu o 1º termo aditivo, prorrogando por mais 120 dias a execução da obra. No vencimento, em dezembro de 2011, houve a segunda prorrogação, estendendo o prazo por mais 120 dias, até abril de 2012. Já a publicação de hoje (8), adia o prazo para a pavimentação até 19 de agosto. Assinam o documento, o secretário de Estado, Wilson Cabral Tavares e representante da construtora, Carlos Gilberto Recalde.

CGR entrou com pedido de recuperação, tendo mais de R$ 500 milhões em contratos

A CGR entrou com pedido de recuperação judicial em sete de dezembro de 2010. Na época, o sócio da empresa, Kleber Recalde, disse ao Midiamax que, naquele ano, a construtora tinha uma carteira de contratos em torno de R$ 500 milhões e mesmo assim entrou com o processo judicial, demitindo 400 trabalhadores, que foram surpreendidos, já que a divulgação do pedido só foi anunciada duas semanas após, no dia 21 de dezembro.

Por lei, o objetivo da recuperação judicial é viabilizar a situação de crise econômica financeira do devedor, permitindo a manutenção do emprego dos trabalhadores e interesse dos credores.



Comentários (7)

19/07/2012 10:19
Matheus Alves
Voces acham que estes dito empresario Puccineli e Giroto faliu, faliu nada tiraram para a eleição, tanto que na reinauguração da Brasráfia, o Giroto disse para um dos diretores da CGR Ó cobre as maquinas porque esse ano não vai dar mais para liberar obras.... MARACUTAIA

02/06/2012 16:25
sidnei
essa porcaria chamada de empresa,demitiu 218 pessoas de um calote nesses trabalhadores todos, deixou as pessoas com contas a pagar filhos passando necessidades até de alimentos, gente esse ano tem eleição, e vcs sabem que esse cgr é do andré e giroto pelo amor de deus não votem em cadidato do pmdb,porque é votando nesse povo vc vai ta ajudando o governador, que não ta nen ai para o povo.

09/05/2012 06:08
Carlos
Esse ano tem campanha né Galéra do parque. quem paga essa conta? nós os idiotas que pagamos o imposto mais alto do mundo para ter Beneficios. voces foram alem do imaginario dos ladrões. são intocaveis, compram a justiça. é o fim dos tempos.vivemos uma crise ética sem precedentes. esse exemplo vem de cima. nesse país o crime compensa.

08/05/2012 21:16
paulo
ESTA EMPRESA DEVERIA TER VERGONHA DE TER DADO TANTO CALOTE EM PEQUENAS EMPRESAS EM MUITAS CIDADES DO INTERIOR E AI VEM COM ESSA CONVERSINHA PRA BOI DORMIR QUE ESTA FALIDO..E CONTINUA RECEBENDO SEM PROBLEMA NENHUM, ISTO É O ESTADO DE MS QUE VIVEMOS ..VIVA SER AMIGO DO REI NADA MELHOR QUE ISSO ENQTO OUTROS PAGAM E SOFREM PARA QUITAR COMPROMISSO A JUSTIÇA NAO DA FOLGA ...

08/05/2012 21:00
luis
manda quem pode , obedece quem tem juizo

08/05/2012 20:59
antonio alves avelino
engraçado tom enchendo esta cgr de dinheiro,sera que o giroto e o andre estão querendo ressussitar sua contrutora com o dinhero do povo..eu tambem estou com problemas financeiros sera que eles tambem vão me ajudar..que safados não aguentamos mais estas manzelas destes politicos..chega..votar nulo e melhor opção...

Próximo