Midiamax
BUSCA: 
 Capa

 Últimas Notícias

 Pimenta no Reino

 Bastidores

 Transparência

 Política

 Polícia

 Emprego

 Tecnologia

 Esportes

 Geral

 Mundo

 Brasil

 Agronegócio

 Economia

 Cultura

 Cinema

 Entretenimento
Articulistas






Espaço do Leitor
Espaço do leitor
Blogs
 Alex Fraga

 Ana Cavalheiro

 Cozinha de Raízes

 Eugênia Amaral

 Falo Blogo Escrevo

 Festas e Eventos

 João Campos Online

 Papo de Pregão
 Fernando Soares
Mais Lidas
01 Estado pode ter 'tempestades destrutivas' e nova mudança climática já atinge a Capital

02 'Ex-bernaldete' se aproxima de Olarte, cogita cargo na Prefeitura e revolta ex-aliados

03 Reviravolta: Justiça afasta vereador que havia tirado prefeito do cargo dias atrás

04 Uso de poços artesianos na Capital pode ser liberado com derrubada de decreto

05 Lesão em bebê não bate com versão de que criança foi ferida na tentativa de espantar gato

Acesso Fácil
Faça da Midiamax sua página inicial

02/04/2014 15:08

Comerciante desaparece em Campo Grande ao mostrar carro que anunciou pela internet

Aumentar texto Diminuir texto

Vicenzzo Vicchiatti


A Polícia Civil procura desde as 15h de ontem (1), o empresário de 32 anos Erlon Peterson Pereira Bernal, que está desaparecido desde que saiu de casa para se encontrar com um possível comprador do seu carro, um Golf prata, que havia anunciado no site de vendas online Bom Negócio.

De acordo com o pai de Erlon, o empresário Lino Bernal de 57 anos, a polícia ainda não tem nenhuma novidade sobre o desaparecimento e que a delegada encarregada do caso disse que iria dar uma posição sobre as investigações até às 16h de hoje. O pai da vítima ainda disse que foi o último a ter contato com o filho antes do seu desaparecimento.

“Ontem às 15h32 eu falei com ele pelo celular, ele havia me ligado antes e eu retornei a ligação. Quando falei com ele, ele disse que estava bem e que me retornaria a ligação depois. Ele aparentava estar sob pressão porque ele sempre fala bastante comigo no telefone e desta vez ele foi muito direto”, afirma o pai.

Lino revelou que o filho havia acabado de comprar um carro novo e por isso estaria vendendo o carro usado e que a pessoa que marcou o encontro com Erlon insistiu para poder ver o carro. “Essa pessoa que ligou dizendo estar interessada no carro com certeza estava preparando uma armadilha para ele. Raptaram ele e o carro, esperamos que a gente encontre nosso filho bem e que tenhamos um final feliz”, afirma o empresário.

Comentários (0)

 
Deixar comentário
19h04
Indígenas de MS rejeitam criação de Instituto Nacional de Saúde e acusam Governo de privatização
18h01
Orla Cultural apresenta "Escutação: Percursos Poéticos Regionais" nesta quinta-feira
18h00
Contratos de trabalhadores da limpeza urbana de Campo Grande são regularizados
Entrevista
Prefeito rebate críticas e diz que tem de resolver até o que é atribuição do Estado